Home Notícias Brasil Record confirma episódio de racismo na Fazenda e anuncia demissão

Record confirma episódio de racismo na Fazenda e anuncia demissão

A Record TV confirmou, por meio de nota (veja abaixo na íntegra), o episódio de racismo no reality show A Fazenda, ocorrido na noite dessa terça-feira (6), pouco antes do programa entrar ao vivo. A emissora garantiu que o autor foi identificado e demitido pela Teleimage, empresa que produz o programa.

+ Participantes da Fazenda afirmam ter ouvido ofensa racista da produção; ‘Vai, macaca, senta aí’

De acordo com a Record, a ofensa racista partiu de um operador de câmera, posicionado atrás de um dos espelhos da sala. “Imediatamente ao fim do programa, ele foi repreendido e teve seu contrato de trabalho rompido sumariamente”, afirmou a emissora.

A empresa também declarou que “repudia veementemente esta atitude e qualquer tipo de preconceito”. E completou: “Como se trata de ofensa racial, será informado à participante Sabrina Paiva que a ela será dado o direito de fazer a representação legal ao ofensor, se assim quiser e no momento que desejar’.

A emissora finalizou: “A Record TV e a produtora Teleimage lamentam o fato e não admitem que algo dessa natureza aconteça em suas produções”.

Entenda o caso:

Na noite desta terça-feira (5), participantes da Fazenda afirmaram ter ouvido uma ofensa racista por parte da produção, contra a participante Sabrina Paiva. Em um diálogo logo antes do programa entrar ao vivo, a modelo e outros participantes contaram que escutaram uma pessoa dizer a frase “Vai, macaca, senta aí”, no momento em que apenas a participante estava de pé.

A denúncia causou tanta revolta, que, desde o início desta quarta-feira (6), vários termos relacionados ao assunto estão entre mais comentados no Twitter. “Racismo é crime”, “Sabrina”, “Sabrina merece respeito” estão entre as manifestações de apoio à modelo. “Isso precisa acabar! Não existe torcida nessas horas, gente. Precisamos nos mobilizar, racismo é crime”, escreveu uma usuária do Twitter.

A repercussão também foi grande dentro do reality. Mais tarde, Sabrina conversou com outros participantes sobre o assunto e confirmou que não foi a única que ouviu o insulto. “Eu acho que aquilo foi pra mim de verdade, eu era a única que estava em pé”, comentou.

A maioria dos colegas da modelo se solidarizou com a situação e reconheceu o teor racista da ofensa. “O que o ‘garrafinha’ – membro da produção que fica atrás dos espelhos – falou para Sabrina foi muito grave, sabia?”, comentou Rodrigo Phavanello, que forma par romântico com a jogadora desde o início desta edição do reality.

A assessoria da modelo se pronunciou por meio de uma postagem no Twitter. “Não vamos nos calar, pela Sabrina e por todos que sofrem qualquer tipo de preconceito racial”, garantiu.

Nota da Record TV

“A Record TV informa que ontem, 05/11, durante o reality A Fazenda, ao vivo, um operador de câmera, posicionado atrás de um dos espelhos da sala, fez um comentário racista a respeito da participante Sabrina Paiva.

Imediatamente ao fim do programa, a produtora Teleimage (que presta serviços à Record TV e é a contratante do operador de câmera), identificou o ofensor. Ele foi repreendido e teve seu contrato de trabalho rompido sumariamente.

A Record TV repudia veementemente esta atitude e qualquer tipo de preconceito. Como se trata de ofensa racial, será informado à participante Sabrina Paiva que a ela será dado o direito de fazer a representação legal ao ofensor, se assim quiser e no momento que desejar.

A Record TV e a produtora Teleimage lamentam o fato e não admitem que algo dessa natureza aconteça em suas produções”.

Comentários