Home Notícias Política Lula ataca Globo e diz que Bolsonaro não deve governar para milicianos do Rio

Lula ataca Globo e diz que Bolsonaro não deve governar para milicianos do Rio

Em discurso a apoiadores neste sábado (9), em frente ao Sindicato dos Metalúrgicos, em São Bernardo do Campo (SP), o ex-presidente Lula (PT) fez duras críticas ao atual presidente Jair Bolsonaro (PSL) e à Rede Globo. O petista disse que um helicóptero da emissora de TV sobrevoava o local com intuito de “falar merda” sobre o encontro.

Em nota (confira na íntegra abaixo), a Globo respondeu aos ataques e disse que repudia a fala de Lula. “A Globo faz jornalismo sério e continuará a fazer. Sem se intimidar e sem jamais perder a serenidade”, destaca a nota da emissora.

Durante o discurso, Lula chegou a associar o Bolsonaro à milícia do Rio de Janeiro. O ex-presidente também cobrou rigor nas investigações sobre a morte da vereadora Marielle Franco (Psol-RJ).

“O cidadão foi eleito democraticamente e aceitamos o resultado da eleição. Agora, ele foi eleito para governar para o povo brasileiro e não para governar para os milicianos do Rio de Janeiro. Ele [Bolsonaro] não pode esquecer da investigação do que eles fizeram para matar a Marielle. Não é a gravação do filho dele que vale, é preciso que haja uma perícia séria para que a gente saiba quem matou Marielle”, disse Lula.

O ex-presidente ainda disse que Bolsonaro tem que explicar onde está Fabrício Queiroz, ex-assessor parlamentar de seu filho, e o patrimônio da família. “Ele tem que explicar onde está o Queiroz e como construiu um patrimônio de 17 casas. Ele nunca fez discurso que preste. Tem que explicar por que apresentar um projeto econômico que vai empobrecer a população brasileira”, acrescentou Lula.

Apoiadores que acompanhavam a fala de Lula começaram a xingar Jair Bolsonaro, mas foram interrompidos pelo petista. “Não tem que falar palavrão para o Bolsonaro, ele é o próprio palavrão”, afirmou o ex-presidente.

Lula também chamou de mentiroso o atual ministro da Justiça e ex-juiz, Sergio Moro, e o procurador chefe da força tarefa da Lava-Jato em Curitiba, Deltan Dallagnol. “Falo sem rancor, o Moro é mentiroso. O Deltan é mentiroso”, disse o petista.

Por fim, Lula disse que deve começar um projeto já pensando em reconquistar o país ao lado de outros políticos do campo da esquerda. “Se a gente souber trabalhar direitinho, em 2022 a esquerda, que o Bolsonaro tanto tem medo, vai derrotar a ultra-direita”, ressaltou o ex-presidente.

Globo

Durante o discurso criticou a presença de um helicóptero da Globo. “Lá em cima tá o helicóptero da Rede Globo para falar merda de novo sobre Lula e sobre nós”.

Em nota, a disse que “a prova de isenção da emissora é a transmissão do discurso que o ex-presidente fez ontem e hoje”, afirma.

Nota da Globo

“A Globo repudia os ataques do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. A prova de isenção da emissora é a transmissão do discurso que o ex-presidente fez ontem e hoje. Também é prova de sua isenção ser alvo de ataques dos extremos do espectro político hoje, tão radicalizado. A Globo faz jornalismo sério e continuará a fazer. Sem se intimidar e sem jamais perder a serenidade.”

Comentários