Home NotíciasInternacionalMenina autista vítima de bulliyng tem QI maior que de Einsten

Menina autista vítima de bulliyng tem QI maior que de Einsten

Vítima de bulliyng durante toda a infância, a mexicana Adhara Pérez, de apenas 8 anos, vem quebrando paradigmas de maneira única. Diagnosticada com autismo, a menina foi eleita pela Forbes como uma das 100 mulheres mais poderosas do México. É que ela tem um QI de 162 pontos, maior do que de notáveis estudiosos como Albert Einstein e Stephen Hawking.

Adhara é natural de Tlahuac, localizada na Cidade do México, e foi diagnosticada com a Síndrome de Asperger aos 3 anos. Incluído no espectro do autismo, o distúrbio do desenvolvimento pode causar dificuldades nas interações sociais. Por esse motivo, Adhara era alvo de constante bulliyng por parte de colegas da escola, que a chamavam de “esquisita”.

“Uma vez vi que Adhara estava brincando em uma casinha e eles a trancaram. E começaram a cantar: ‘Estranha, esquisita! E então eles começaram a bater na casinha. Então naquele momento eu disse: ‘isso tem que mudar, não quero que ela sofra'”, disse a mãe da garota, Nallely Sanchez, ao jornal Yucatan Times.

A jovem então caiu em uma depressão profunda que limitava a vontade dela de ir à escola. Ciente da inteligência incomum da filha, os pais da garota reconheceram que o atual plano educacional não era adequado para ela e a levaram à terapia. Foi quando o QI extremamente alto da garota foi identificado e ela foi capaz de buscar um ambiente de aprendizado que se adaptasse às habilidades únicas.

Ver essa foto no Instagram

La pequeña Adhara Pérez es una niña prodigio orgullosamente mexicana que nos dejó impresionados a todos en @laciudaddelasideas. A sus 8 años ya estudia una carrera en Ingeniería Industrial y su más grande sueño es ser científica y convertirse en una astronauta para trabajar en la NASA. ‬ ‪Gracias Adhara, por recordarnos que los sueños no tienen límites y que, cuando queremos, podemos ser capaces de lo que sea. Sé que vas a lograr todo lo que te propongas. #CDI2019

Uma publicação compartilhada por Ricardo Salinas Pliego (@ricardosalinas) em

Aos 5 anos, Adhara terminou o fundamental, aos 6 o ginásio, e aos 8 o ensino médio. Hoje ela está em processo de receber dois diplomas de bacharelado online, um em Engenharia Industrial em Matemática e outro em Engenharia de Sistemas. Os próximos passos da pequena gênia também envolvem explorar Astrofísica na Universidade do Arizona, nos EUA.

Além disso, a menina também já escreveu um livro sobre suas experiências, titulado como ‘Não Desista’, e está desenvolvendo uma pulseira inteligente que monitora as emoções de crianças que sofrem com convulsões e explosões de humor. 

Comentários