Home Notícias BH Ginecologista preso por abuso sexual é solto após pagar fiança

Ginecologista preso por abuso sexual é solto após pagar fiança

O médico ginecologista preso na última quarta-feira (27), suspeito de importunação sexual contra uma paciente, foi solto na tarde desta sexta-feira (29) mediante pagamento de fiança. No entanto, um novo inquérito foi instaurado após o surgimento de novas vítimas. 

De acordo com a Polícia Civil, após a conclusão do inquérito do primeiro caso denunciado, o suspeito havia sido indiciado por importunação sexual. O novo inquérito foi instaurado na tarde desta sexta e, até o momento, quatro novas vítimas já compareceram à delegacia. As denúncias ainda estão sendo investigadas. 

O caso

O médico, conhecido como “João de Deus” no Hospital da Mulher e Maternidade Santa Fé, onde atendia, foi preso em flagrante, na quarta-feira (27), quando o namorado de uma paciente denunciou o abuso sexual à polícia.

A vítima, de 22 anos, procurou o hospital por conta de dores em decorrência da colocação de um DIU intrauterino. O médico estava de plantão e, ao atendê-la, disse frases desrespeitosas, como “que piriquitinha quentinha” e “toda loirinha gosta de um negão”, em referência ao namorado da jovem, e ainda teria tentado forçar um beijo. 

Em nota, o hospital informou que o médico foi imediatamente afastado de suas atividades e que, com a conclusão do inquérito, fará valer as determinações de seu regimento interno, o que pode culminar na expulsão definitiva do profissional. 

Comentários