Home Notícias Esportes Jakson Follmann chora no ‘Popstar’ ao lembrar acidente da Chapecoense

Jakson Follmann chora no ‘Popstar’ ao lembrar acidente da Chapecoense

O ex-jogador de futebol Jakson Follmann, uma das vítimas do grave acidente de avião com integrantes da Chapecoense em 2016, protagonizou um momento emocionante, na tarde deste domingo (1º), no programa Popstar.

Follmann subiu ao palco do reality musical com o sertanejo Gustavo Mioto e cantou ‘Impressionando os Anjos’. No meio da música, o ex-goleiro ficou com a voz embargada e não conseguiu segurar as lágrimas.

Ao final da apresentação, o candidato explicou: “Sexta agora fez três anos do acidente e essa música é muito importante porque ela conta, no próprio clipe, uma história de uma família de um pai que perdeu a esposa, essa foi uma homenagem minha para as famílias”, disse. O vídeo completo da apresentação pode ser visto na página do Popstar.

Além de Follmann, mais uma vez, ter encantado os jurados, o público de casa reagiu emocionado e o nome dele logo entrou para a lista dos assuntos mais comentados do Twitter. “Sem estruturas depois dessa apresentação do Jackson Follmann”, disse uma usuária do Twitter.

“Toda arrepiada com o Follmann cantando “Impressionando os Anjos” com o Gustavo Mioto”, disse outro perfil da rede.

O ex-goleiro chorou de lá, e o público do lado de cá da telinha. “Follmann cantando Impressionando os anjos, homenageando os 3 anos do acidente da chape me arrepiou, chorei igual criança Jackson Follmann, simplesmente sensacional”, disse uma internauta.


Acidente com a Chapecoense

No dia 29 de novembro de 2016, o avião que levava a delegação da Chapecoense para a final da Copa Sul-Americana caiu, e o acidente matou 71 pessoas.

O voo da LaMia deixou Santa Cruz de la Sierra, na Bolívia, com destino a Colômbia. Às 2h58min (de Brasília) do dia 29, a aeronave perdeu altitude, caiu e bateu no Cerro El Gordo (depois rebatizado de Cerro Chapecoense) quando se aproximava do aeroporto José Maria Córdova.

Jackson Follman foi um dos seis sobreviventes do acidente. Além dele, outros dois jogadores do clube, um jornalista e duas pessoas da tripulação saíram com vida.

A tragédia mobilizou o país em sentimentos de luto, emoção e indignação pelas falhas que resultaram na queda da aeronave. Além de investigação criminal, o caso gerou diversos acordos financeiros envolvendo o clube, a seguradora da empresa de aviação e as famílias das vítimas.

Comentários