Home Notícias Brasil Menina de 13 anos é estuprada e pula de carro em movimento

Menina de 13 anos é estuprada e pula de carro em movimento

Uma estudante de 13 anos foi estuprada por um motorista de aplicativo, de 28, e pulou do carro em movimento para fugir do agressor. O crime ocorreu nessa terça-feira (2), em Fortaleza (CE). A menina teve um ferimento na cabeça, mas passa bem. O suspeito confessou o crime e foi preso nesta quarta (3).

De acordo com a polícia, testemunhas contaram que a menina se jogou de um veículo de cor prata e desmaiou. Populares socorreram a vítima. A Dceca (Delegacia de Combate à Exploração da Criança e do Adolescente), que investiga o caso, conseguiu imagens que mostram o veículo andando por ruas do bairro.

O motorista teria puxado a vítima para dentro carro após fingir pedir informações para ela. A menina estaria indo para a escola quando foi colocada dentro do carro pelo suspeito. A polícia explica que a situação foi tão desesperadora que a menina pulou do carro. Ela foi atendida pelo Instituto Doutor José Frota e recebeu alta ainda na manhã dessa terça-feira.

O carro foi identificado pelo Spia (Sistema Policial Indicativo de Abordagem) da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), às 16h28 dessa quarta-feira. “Foi uma resposta imediata e satisfatória. É importante ressaltar que estamos falando de um volume de aproximadamente 1,2 milhão de veículo circulando em Fortaleza”, destacou o tenente-coronel Alber Campos.

Com isso, os operadores realizaram um cerco inteligente e os policiais militares abordaram o carro modelo Chevrolet Classic, de cor prata, em uma avenida do bairro São João do Tauape (AIS 10). 

“A partir do momento que aconteceu o crime, as diligências se iniciaram, com objetivo de identificar o veículo do infrator. É importante deixar claro que as buscas se deram sem intervalo, ininterruptamente. Na delegacia de Polícia Civil, a vítima, na companhia de uma psicóloga da Rede Aquarela, reconheceu o investigado. É importante destacar que o procedimento de reconhecimento foi feito nos moldes que determinam o Código de Processo Penal”, destacou a delegada Yasmin Ximenes.

O condutor foi identificado e não possuía antecedentes criminais, segundo a Polícia Civil. Inicialmente, ele negou o fato, mas depois mudou a versão e disse que a vítima havia se jogado do carro. Ele foi encaminhado pelos policiais militares à sede da Dceca, onde foi autuado em flagrante por estupro de vulnerável e lesão corporal dolosa.

Comentários