Home Patrocinado Cancún além das praias: quatro ruínas maias para conhecer a partir da região

Cancún além das praias: quatro ruínas maias para conhecer a partir da região

#Publipost – Esta publicação é patrocinada

Principal destino para curtir o verão no México, Cancún é conhecido por seu cenário paradisíaco com praias de areia branca e águas cristalinas, bem como por sua zona hoteleira descolada, cheia de agito e com uma ótima infraestrutura para receber turistas. Localizado na península de Yucátan, no estado de Quintana Roo, a cidade também conta com um encanto inusitado: ruínas maias.

Por mais de 3 mil anos, as civilizações maias se espalharam e deram origem a uma das culturas mais intrigantes do Novo Mundo. Yucátan foi um dos principais locais de moradia desse povo, que foi capaz de desenvolver técnicas surpreendentes ne escrita, medicina, matemática, artes, astrologia e claro, em sua arquitetura.

Para curtir os sítios arqueológicos tranquilamente, planejar seu pacote de viagem Cancún antecipadamente é essencial.  A maior parte dos turistas opta por visitar as ruínas com empresas especializadas quem oferecem tours de um dia, também existe a possibilidade fazer o passeio por conta própria, seja alugando um carro ou utilizando um meio de transporte público.

Chichén Itzá

Centro político e econômico dos maias, Chichén Itzá é o mais preservado e turístico entre os sítios arqueológicos do México. Tombado como parte do Patrimônio Mundial da Unesco em 1988, o ponto mais importante da visita é o Templo de Kukulkán, principal marco local. Ainda há o observatório El Caracol e o Cenote Sagrado – cavidades naturais que se encheram com a água da chuva e formaram “poços” cristalinos que eram utilizados como altar para sacrifícios humanos.

Cobá

Localizada a cerca de 145 quilômetros de Cancún, Cobá possui a maior pirâmide entre todas as ruínas mais, a Nohoch Mul. São 42 metros de construção de pedra em meio à selva. Para chegar até o topo, é necessário encarar uma subida de 129 degraus! A área aberta para visitação consiste em um espaço de 6 km², que pode ser conhecida através de táxi-bike, bicicletas ou a pé.

Tulum

Por estar em frente ao mar e rodeada de mata nativa, Tulum é a ruína maia mais fotogênica do México. Além do sítio arqueológico, a região conta com Aktun-Chen, parque arqueológico natural com diversas atividades como passeios subaquáticos, tirolesa de ponta cabeça e visitas a cavernas e cenotes.

El Meco

El Meco foi um dos portos que conectava a região com outras ilhas, em especial Isla Mujeres. De seu ponto mais alto é possível enxergar as lagoas de Cancún e o mar caribenho. O local também é famoso por ser um point de “birdwatching”, já que abriga inúmeros pássaros nativos.

Comentários