Home NotíciasBHBebê de cinco meses morre em creche ao ficar cerca de 20 minutos sozinho após se alimentar

Bebê de cinco meses morre em creche ao ficar cerca de 20 minutos sozinho após se alimentar

A Polícia Civil investiga a morte de um bebê de cinco meses em uma creche do bairro Água Branca, em Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte. O caso aconteceu na terça-feira (3). A criança chegou a ser levada para uma unidade de saúde da área, mas não reagiu à reanimação.

De acordo com o registro da Polícia Militar, o bebé fazia parte de um grupo de dez crianças que estavam na instituição durante a manhã de terça, sob os cuidados dos funcionários do local.

Por volta das 10h50, a proprietária da creche teria dado mamadeira ao menino e o colocado para arrotar. Após isso, ela deitou o bebê em um berço, ficou um tempo observando e se retirou do local. Ao voltar, em torno de 11h20, ela percebeu que o menino estava sem sinais vitais, com as mãos frias.

Imediatamente, a equipe da creche socorreu o bebê para a Unidade Básica de Saúde do Água Branca, onde os médicos tentaram reanimar o menino. Uma ambulância do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) constatou a morte do bebê.

A família da criança foi acionada no hospital para acompanhar o caso. Aos militares, o pai do bebê contou que deixou o menino na creche, como faz todos os dias, e que recebeu uma ligação relatando o ocorrido e se deslocou imediatamente para o hospital.

O corpo da criança foi encaminhado ao IML (Instituto Médico Legal) e a ocorrência encerrada na 2º Delegacia de Plantão da Polícia Civil de Contagem.

A creche

O advogado Humberto Silva Júnior, que representa a creche, conversou com BHAZ. Segundo ele, a instituição está disposta a colaborar com a investigação do caso e prestar auxílio à família da vítima.

“Os proprietários da creche, assim como a família do bebê, estão muito abalados. É um caso muito complexo. A creche tomou todos os procedimentos e cuidados com o bebê. Pelos documentos apresentados, existe uma rotina de verificações e cuidados com as crianças”, conta o advogado.

“Vamos aguardar o laudo do IML para entender qual foi a causa morte. Entramos em contato com a família da criança e nos colocamos à disposição. A creche está extremamente colaborativa para esclarecer o que aconteceu”, acrescenta.

Investigação

A Polícia Civil disse que teve conhecimento dos fatos nesta quarta (4) e adotou todas as providências iniciais. “Foi instaurado o inquérito policial e, agora, a polícia vai ouvir as pessoas da creche e a aguardar a conclusão do laudo pericial da causa da morte, que tem um prazo de 30 dias para ser concluído”, disse.

A investigação segue à cargo da 2º Delegacia de Contagem, sob a responsabilidade da delegada Renata de Oliveira.

Rafael D'Oliveira

Rafael D'Oliveira

Repórter do BHAZ desde janeiro de 2017. Formado em Jornalismo e com mais de cinco anos de experiência em coberturas políticas, econômicas e da editoria de Cidades. Pós-graduando em Poder Legislativo e Políticas Públicas na Escola Legislativa.

Comentários