‘Coisa de louco’: Forte chuva arrasta carros, deixa vias alagadas e pessoas ilhadas; Defesa Civil emite alerta

@pedrocorcini/@vivianevocal/Twitter/Reprodução

A forte chuva registrada no noite dessa sexta-feira (3) levou pânico a moradores de Belo Horizonte e região metropolitana. O grande volume de água provocou inundações em vias, deixou pessoas ilhadas e a previsão é que a chuva continue na capital ao longo do fim de semana (veja abaixo).

De acordo com a Defesa Civil de BH, foram quase três horas de chuva com destaque para as regiões Pampulha, Venda Nova e Leste. Estas regiões concentraram as maiores quantidades de água: 92,6 mm (milímetros), 84,8 mm e 76,4 mm respectivamente.

Nas redes sociais circulam vídeos que mostram vias sendo transformadas em verdadeiros rios. “Olha isso. Avenida Vilarinho nesse momento. Aqui a avenida Pedro I e os carros parados. Coisa de louco. Está parecendo o rio São Francisco. A estação Vilarinho lá [ao fundo]. É rapaz, não é brincadeira não”, diz um homem.

O BHAZ mostrou a linha do metrô na Vilarinho sendo transformada em rio e pessoas ficando ilhadas por conta da inundação na área destinada aos ônibus do MOVE.

Um carro foi arrastado no bairro Palmital em Santa Luzia, região metropolitana, durante a tempestade. “Olha o Siena tá sendo levado. A chuva mano. O carro foi arrastado. O pessoal está desesperado”, comenta a pessoa que grava o vídeo.

Ainda em Venda Nova, os bombeiros resgataram pessoas que estavam ilhadas e as levaram para locais seguros. Segundo a corporação, não foi preciso conduzi-las para hospitais.

O Corpo de Bombeiros informou que vários chamados foram feitos pela população devido às enchentes, inundações e alagamentos nos bairros Serra Verde, Pompeia e Letícia, em Belo Horizonte, e Palmital, em Santa Luzia. Apesar do susto causado pela chuva não houve vítimas.

Ainda em Belo Horizonte é possível ver os reflexos da chuva. Na avenida Otacílio Negrão de Lima um trecho está fechado por conta de alagamento. No local, próximo À rua Orsi Conceição de Minas e avenida Antônio Francisco Lisboa, uma árvore e parte de um poste foram destruídos, segundo a BHTrans.

Mais chuva

A previsão é que as chuvas continuem neste sábado em BH. A Defesa Civil destaca que pancadas, acompanhadas de rajadas de vento de até 50 km/h e trovoadas, podem acontecer. Um alerta foi emitido pelo órgão e será válido até às 8h de domingo (5).

Veja o acumulado de chuva nas regiões de BH:

  • Barreiro – 127,0 (39%)
  • Centro Sul – 196,2 (60%)
  • Leste – 175,0 (53%)
  • Nordeste – 150,6 (46%)
  • Noroeste – 182,6 (55%)
  • Norte – 108,8 (33%)
  • Oeste – 187,2 (57%)
  • Pampulha – 197,4 (60%)
  • Venda Nova – 216,6 (66%)

A média climatológica para janeiro é de 329,1 mm.

Confira os cuidados para o período chuvoso:

  • Evite áreas de inundação e não trafegue em ruas sujeitas a alagamentos e próximos aos córregos e ribeirões no momento de forte chuva.
  • Não atravesse ruas alagadas ou deixe crianças brincando na enxurrada e nas águas dos córregos.
  • Não se abrigue nem estacione veículos debaixo de árvores.
  • Atenção especial em áreas de encostas e morros.
  • Jamais se aproxime de cabos elétricos rompidos. Ligue imediatamente para CEMIG (116) ou Defesa Civil (199).
  • Se você observar o aparecimento de fendas, depressões no terreno, rachaduras nas paredes das casas e o surgimento de minas d’água avise imediatamente a Defesa Civil (199).
  • Em caso de raios: não permaneça em áreas abertas e altas, não use equipamentos elétricos.