Home Carnaval 2020Agora é Carnaval! Banda Mole já tem data marcada para desfilar

Agora é Carnaval! Banda Mole já tem data marcada para desfilar

O Banda Mole, tradicional bloco de Carnaval de Belo Horizonte, já tem data marcada para desfilar este ano: no dia 15 de fevereiro, o bloco abre a programação de Carnaval de BH. Comemorando 45 anos, a Banda Mole vai desfilar, como sempre, na Avenida Afonso Pena, entre as ruas da Bahia e Guajajaras. O tema deste ano ainda não foi divulgado.

Leia mais: Santa Luzia terá maior tela de cinema a céu aberto do mundo

No ano passado, o tema do bloco foi de forte teor político. “Este ano a Banda Mole tá com tudo e não tá prosa. Quem quiser vai de azul, quem quiser que vá de rosa. E o Queiroz já revelou: ‘é de laranja que eu vou'”, foi a proposta que orientou a folia.

O tema fazia alusão á polêmica levantada pela Ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos Damares Alves, que sugeriu que as cores determinariam a identidade de gênero das pessoas, e à Flávio Queiroz, ex-assessor e ex-motorista do senador Flávio Bolsonaro (sem partido), investigado por envolvimento em um esquema de lavagem de dinheiro da época em que Flávio servia como deputado estadual.

Há 15 anos a Banda Mole vem aperfeiçoando toda a infraestrutura do desfile e de atendimento ao público e sua programação musical passou a contar com a participação de artistas locais e nacionais de vários estilos, transformando o desfile num pré-carnaval multicultural da cidade, uma verdadeira ode a diversidade cultural.

Leia mais: Em depoimento, Flávio Bolsonaro diz que fez aulas de tiro com miliciano

Mais informações sobre o tema deste ano e a programação completa devem ser divulgadas em breve.

Desfile da Banda Mole

Onde? Avenida Afonso Pena, entre as ruas da Bahia e Guajajaras

Quando? Sábado, 15 de fevereiro, das 13h às 23h

Quanto? GRATUITO

Mais informações? Acesse aqui

Giovanna Fávero

Giovanna Fávero

Estudante de Jornalismo na Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC-MG). Escreve com foco na área de Guia e Cultura no BHAZ.

Comentários