Home Notícias Brasil Justiça do Rio ordena retirada de especial do Porta dos Fundos da Netflix

Justiça do Rio ordena retirada de especial do Porta dos Fundos da Netflix

Uma determinação do desembargador Benedicto Abicair, da 6ª Câmara Cível do Rio de Janeiro, ordena que a Netflix tire do ar o especial de Natal “A primeira tentação de Cristo”, da produtora Porta dos Fundos. A decisão foi tomada após um pedido formal da Associação Centro Dom Bosco de Fé e Cultura. As informações são do colunista Ancelmo Gois.

O especial gerou polêmica desde sua publicação, no final de dezembro, por retratar Jesus namorando outro homem e Maria de Nazaré sexualizada. Na época, foi criada uma petição online para censurar o conteúdo.

+ Porta dos Fundos é atacado após exibir Jesus gay e Maria de Nazaré sexualizada: ‘Com Jesus não se brinca’

‘Parem de brincar com Jesus’

Após a repercussão do especial, o Porta dos Fundos publicou um novo vídeo ironizando religiosos. A nova produção falava justamente das reclamações dos fiéis, principalmente católicos e evangélicos, após o lançamento do primeiro vídeo.

Na produção, um padre, que se identifica como sendo da paróquia São Judas da Glória, pede à equipe que não brinquem com Jesus. “Estou mandando esse e-mail para pedir, por favor, que parem de brincar com Jesus. Toda hora ele vem aqui na paróquia chorando horrores, me atrapalha, atrapalha o andamento da missa, tenho que parar tudo que eu tô fazendo pra falar com ele. Fora que ele fica relapso, fica depressivo, essas zoações desconcentram ele do trabalho”, diz um trecho da descrição.

+ Porta dos Fundos ironiza religiosos em novo vídeo após polêmica: ‘Parem de brincar com Jesus’

Antes da Associação Centro Dom Bosco de Fé, outros pedidos de cancelamento também haviam sido enviados à Justiça carioca por líderes e grupos religiosos, mas foram negados na 1ª instância. Dessa vez, a medida foi acatada pelo desembargador. A decisão ainda cabe recurso.

Comentários