Esposa de Allan desabafa sobre ameaças de torcedores do Flu após contratação do Galo

@allan_.souza/Instagram/Reprodução + Atlético/Divulgação

Depois de uma queda de braço com o Fluminense, o Atlético anunciou a contratação do volante Allan, que estava emprestado ao time carioca pelo Liverpool. Parte da torcida tricolor, se sentindo “traída”, fez ameaças e ofensas graves ao jogador e à família dele por meio das redes sociais.

A esposa de Allan, Jordana Holleben, fez um desabafo denunciando a atitude de uma minoria de torcedores que passaram a atacar a família após a saída do jogador, chegando a desejar que ele voltasse a ter depressão.

“Ainda bem que eu tenho a plena maturidade de reconhecer que a torcida do FLUMINENSE não se baseia na minoria desejando a volta da depressão, ameaças de morte a mim e minha filha, mil e uma ofensas, comentários maldosos e de baixo calão”, escreveu Jordana no Instagram.

@jordanaholleben/Instagram/Reprodução

Em 2019, o jogador revelou em entrevista ao Esporte Espetacular que entrou em depressão e pensou em desistir da carreira depois de passar por times de cinco países diferentes em quatro anos na Europa. Ao voltar ao Brasil, ele contou que o Fluminense abriu as portas para ele e que é muito grato ao time.

Os comentários nas redes sociais de Allan e de Jordana, que antes pediam a renovação do volante com o Fluminense, agora estão repletos de mensagens que passam dos limites. Comentários como “A vida cobra” e “Cuidado pra não ficar sem jogar e a tal depressão voltar, agora não tem mais a nossa torcida” foram deixados em uma foto postada pela esposa do atleta com a filha do casal.

Ao desabafar, Jordana ressaltou que as ofensas não representam a torcida do Fluminense e que é uma minoria que vem fazendo os comentários negativos. “Isso não é futebol. Isso não é esporte. Isso não é Fluminense. Mais respeito com o Fluminense! Respeito com pessoas que têm depressão. Isso é uma doença SÉRIA”, finalizou ela.

Sofia Leão
Sofia Leãosofia.leao@bhaz.com.br

Estudante de Jornalismo na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Escreve com foco na editoria de Esportes no BHAZ.