Home Notícias BH PBH começa a receber cervejas Belorizontina a partir de hoje; veja onde

PBH começa a receber cervejas Belorizontina a partir de hoje; veja onde

A PBH (Prefeitura de Belo Horizonte) começa a receber nesta segunda-feira (13) cervejas da marca Belorizontina, da Backer, de qualquer lote, em nove pontos da capital mineira. O produto é investigado por associação a “síndrome misteriosa” que causou uma morte em Minas. Já a cervejaria questiona o laudo que aponta presença de dietilenoglicol e não descarta sabotagem.

+ Backer contesta laudo que aponta presença de dietilenoglicol e não descarta sabotagem

Os moradores da capital que possuem o produto para consumo próprio poderão entregar a bebida para a prefeitura. Os produtos ficarão sob custódia da Secretaria Municipal de Saúde e serão usadas na investigação do caso.

Em nota (confira na íntegra abaixo), a PBH informou que as cervejas de qualquer lote serão recolhidas. Entretanto, não serão recebidos produtos de bares, restaurantes e supermercados, apenas consumidores finais.

Pontos de coleta

A entrega dos produtos poderá ser feita de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, nos seguintes endereços:

Barreiro: Avenida Olinto Meireles, 327 – Barreiro
Centro-Sul: Avenida Augusto de Lima, 30, 14ª andar – Centro
Leste: Rua Salinas, 1.447 – Santa Tereza
Nordeste: Rua Queluzita, 45 – Bairro São Paulo
Noroeste: Rua Peçanha, 144, 5º andar – Carlos Prates
Norte: Rua Pastor Murilo Cassete, 85 – São Bernardo
Oeste: Avenida Silva Lobo, 1.280, 5º andar – Nova Granada
Pampulha: Avenida Antônio Carlos, 7.596 – São Luiz
Venda Nova: Avenida Vilarinho, 1.300, 2º Piso – Parque São Pedro

Backer

Em comunicado (leia abaixo), a Backer disse que também está recolhendo as cervejas da marca Belorizontina. “A cervejaria informa que os lotes L1-1348 e L2-1348 serão recolhidos diretamente nos domicílios dos consumidores, em horário agendado”, afirma.

Os clientes devem entrar em contato com a empresa pelo número: (31) 99536-4042, exclusivo para esse procedimento. “A cervejaria aguarda a conclusão das investigações e reforça seu compromisso com a qualidade dos seus produtos”.

Supermercados

Os supermercados de Minas Gerais estão sendo orientados a retirar os lotes da cerveja Belorizontina de cirulação. Em nota, a Amis (Associação Mineira de Supermercados), pede para que a medida seja tomada até as as investigações sejam concluídas.

“Por medidas de segurança, a Associação Mineira de Supermercados informa que está orientado os supermercados do Estado para realizarem a retirada dos lotes da marca Belorizontina que estão sob investigação até que os fatos sejam apurados”, diz o texto na íntegra.

Investigação

Na última quinta-feira (9), a Polícia Civil encontrou uma substância tóxica, identificada como dietilenoglicol, em dois lotes (L11348 e L21348) da cerveja produzida pela Backer.

Exames preliminares realizados pela Seção Técnica de Física e Química Legal, da Polícia Civil de Minas Gerais, em duas amostras de cerveja da marca Belorizontina apontaram a presença da substância dietilenoglicol em dois lotes do produto. As garrafas foram entregues lacradas para os peritos após serem recolhidas pela Vigilância Sanitária de Belo Horizonte nas casas de consumidores que passaram mal.

+ Laudo preliminar encontra substância tóxica em amostras de cerveja da Backer

A empresa reforçou na noite de quinta (reveja aqui) que não utiliza a substância no processo de produção da cerveja. No dia seguinte, funcionários concederam uma coletiva na qual contestaram o laudo da Polícia Civil e não descartaram uma suposta sabotagem.

“Nesse momento, não acredito em nada e acredito em tudo”, afirmou a diretora de marketing da Backer, Paula Lebbo. “São vários agentes refrigerantes. Esse em questão que foi identificado [dietilenoglicol], a gente não tem na fábrica e não utiliza. A gente usa o monoetilenoglicol”, garantiu Sandro Duarte, mestre-cervejeiro da Backer.

A empresa afirmou ainda que não recebeu nenhum comunicado oficial de interdição da fábrica. O Ministério da Agricultura havia divulgado nota, nessa sexta-feira (10), informando o fechamento da fábrica.

O consumo da marca de cerveja Belorizontina é apontado como ponto em comum entre pacientes internados com a chamada “síndrome misteriosa” que já afetou oito pessoas em Minas Gerais e levou uma delas a óbito. A Backer se manifestou negando o uso de detilenoglicol, substância tóxica identificada pela Polícia Civil nas cervejas.

+ Consumo de cerveja é ponto em comum entre pacientes; Backer nega uso de dietilenoglicol

Nota da Prefeitura

A Secretaria Municipal de Saúde informa que a partir desta segunda-feira, dia 13, receberá cervejas da marca “Belorizontina”, de qualquer lote, de moradores de Belo Horizonte que possuam o produto para consumo próprio. Não serão recebidos produtos de bares, restaurantes e supermercados. O material ficará sob custódia da Secretaria Municipal de Saúde para encaminhamento das investigações necessárias.

A entrega deve ser feita de segunda a sexta, das 8h às 17h, nos seguintes endereços:
Barreiro: Avenida Olinto Meireles, 327 – Barreiro
Centro-Sul: Avenida Augusto de Lima, 30, 14ª andar – Centro
Leste: Rua Salinas, 1.447 – Santa Tereza
Nordeste: Rua Queluzita, 45 – Bairro São Paulo
Noroeste: Rua Peçanha, 144, 5º andar – Carlos Prates
Norte: Rua Pastor Murilo Cassete, 85 – São Bernardo
Oeste: Avenida Silva Lobo, 1.280, 5º andar – Nova Granada
Pampulha: Avenida Antônio Carlos, 7.596 – São Luiz
Venda Nova: Avenida Vilarinho, 1.300, 2º Piso – Parque São Pedro

Comunicado da Backer

“A Backer reforça que a substância dietilenoglicol não faz parte de nenhuma etapa do processo de fabricação de seus produtos, inclusive da Belorizontina.

E reitera que continua colaborando com as autoridades e que se solidariza com as famílias envolvidas.

A cervejaria informa que os lotes L1-1348 e L2-1348 serão recolhidos diretamente nos domicílios dos consumidores, em horário agendado.

Para isso, os clientes devem ligar para o telefone (31) 99536-4042, exclusivo para esse procedimento.

A cervejaria aguarda a conclusão das investigações e reforça seu compromisso com a qualidade dos seus produtos”

Comentários