Home Notícias BH Vídeo do sertanejo Victor agredindo ex-mulher grávida é divulgado; cantor é condenado

Vídeo do sertanejo Victor agredindo ex-mulher grávida é divulgado; cantor é condenado

Um vídeo do cantor sertanejo Victor Chaves agredindo a mulher foi divulgado, pela primeira vez, pelo Domingo Espetacular, da Record TV. O artista foi condenado a 18 dias de prisão em regime aberto, sendo que a pena pode ser convertida em trabalhos comunitários. As agressões contra a empresária Poliana Bagatini aconteceram em fevereiro de 2017.

+ Victor Chaves entrevista a si mesmo, ironiza agressão à própria mulher e internautas apontam ‘surto’

As imagens são do circuito interno de câmeras do edifício em que o casal morava em Belo Horizonte. Segundo a Record, a juíza decretou o fim do segredo de Justiça e, com isso, o vídeo foi liberado para a imprensa. Poliana estava grávida de quatro meses do segundo filho do casal e teria discutido com a sogra, que morava no andar debaixo do deles.

No vídeo, Poliana é vista desesperada entrando no elevador e tentando digitar o código de segurança para conseguir subir ao apartamento, onde estava a filha. Paula Chaves, cunhada de Poliana, também estava no local.


Na sequência, Victor aparece e puxa as duas para fora do elevador. A ex-mulher do cantor cai no chão. O sertanejo, então, agride a mulher caída. Em depoimento, Poliana diz não saber se foi um empurrão ou chute que teria acontecido nesse momento.

A reportagem ainda lembra que o exame de corpo de delito deu negativo e, por isso, ele foi indiciado por vias de fato, e não por lesão corporal. O cantor afirmou que não se lembra bem do momento e, em depoimento, disse que não desejava que ninguém se aproximasse da filha naquela situação. Nenhum dos dois quis comentar o caso com a Record TV.

Segundo o TJMG (Tribunal de Justiça de Minas Gerais), uma pena foi estabelecida no dia 29 de novembro do ano passado, com o cumprimento de 18 dias de prisão em regimente aberto. O sertanejo recorreu da decisão na última quinta-feira (9), e o caso foi levado ao MPMG (Ministério Público de Minas Gerais).

Ironia à agressão

O músico, que fez dupla com o irmão Leo até 2018, postou um vídeo no canal dele no YouTube, em fevereiro de 2019, ironizando a acusação de violência doméstica contra a mulher, além de brigas que teve com o irmão. O mineiro fez uma entrevista com ele mesmo. Quando aparece sem camisa, o cantor pergunta. Para responder, ele pode ser visto vestido. O cantor apagou o vídeo após uma grande repercussão negativa.

“Senhor Victor, consta que o senhor teria desferido 15 chutes na barriga de uma grávida. A pergunta é: o senhor joga futebol?”, perguntou o músico. “Jogo de vez em quando, mas nunca consegui acertar um chute”, respondeu.

“Senhor Victor, o senhor foi indiciado por vias de fato, que corresponde a agressão sem deixar marcas, que merda é essa?”, disse o músico. “É só uma merda, mesmo”, respondeu.

O cantor ainda comentou sobre a relação com o irmão. Leo disse para o Jornal da Record que a relação entre os dois era de brigas constantes. Com isso, anunciaram uma pausa na carreira em agosto do ano passado.

“Senhor Victor, para terminarmos, o senhor teria vivido 27 anos de brigas com seu irmão, Leo Chaves, o que o senhor tem a dizer sobre isso?”, perguntou. “Não! Vinte e sete anos foi o tempo de dupla. De briga, são 42! Até aqui!”, terminou.

Comentários