Home Notícias BH Chuva forte bloqueia avenida, deixa pessoas ilhadas e córregos têm alto risco de transbordamento

Chuva forte bloqueia avenida, deixa pessoas ilhadas e córregos têm alto risco de transbordamento

A forte chuva que atinge Belo Horizonte na noite desta quarta-feira (15) já provoca transtornos na cidade. A avenida Tereza Cristina foi bloqueada preventivamente por conta do alto risco de transbordamento dos córregos Arrudas e Ferrugem. Pessoas também estão ilhadas.

De acordo com a Defesa Civil Municipal, na regional Barreiro, também há alto risco de o córrego Jabotá transbordar ao longo da próxima hora. Por lá, a avenida Senador Levindo Coelho alagou e deixa pessoas ilhadas na região. Fotos e vídeos compartilhados nas redes sociais mostram o local tomado pela água.

“Meu irmão foi na igreja e acabou ilhado lá porque não tem como passar. Pessoal que está na igreja teve de subir no banco porque entrou água lá. Tem uns 40 minutos que está chovendo muito aqui, muito mesmo”, informou a moradora da região Adriana Aparecida de Jesus.

Na regional Pampulha, os córregos Ressaca e dos Coqueiros também podem transbordar a qualquer momento.

A avenida Silva Lobo, entre a Tereza Cristina e a Barão Homem de Melo, é outra a ser evitada, conforme orienta a BHTrans.

Mais cedo, a Defesa Civil emitiu um alerta de chuva com a possibilidade de ocorrência de granizo. No comunicado, também informou que ventos de até 50 km/h poderiam ser registrados na capital

Recomendações de segurança

Granizo: redobre a atenção

  • Tenha um lugar previsto, seguro, onde você e sua família possam se alojar no caso de chuva de granizo;
    ⠀⠀
  • Não permaneça em áreas abertas como campos de futebol, quadras de tênis e estacionamentos;
  • Não fique no alto de morros, topo de prédios, torres de linhas telefônicas e de energia elétrica;
  • Nunca se abrigue ou estacione debaixo de árvores;
  • Procure estacionar em um local seguro e coberto;

Cuidados com a chuva

  • Evite áreas de inundação e não trafegue em ruas sujeitas a alagamentos e próximos aos córregos e ribeirões no momento de forte chuva.
  • Não atravesse ruas alagadas ou deixe crianças brincando na enxurrada e nas águas dos córregos.
  • Não se abrigue nem estacione veículos debaixo de árvores.
  • Atenção especial em áreas de encostas e morros.
  • Jamais se aproxime de cabos elétricos rompidos. Ligue imediatamente para CEMIG (116) ou Defesa Civil (199).
  • Se você observar o aparecimento de fendas, depressões no terreno, rachaduras nas paredes das casas e o surgimento de minas d’água avise imediatamente a Defesa Civil (199).
  • Em caso de raios: não permaneça em áreas abertas e altas, não use equipamentos elétricos.

Comentários