‘Me arrancaram de você violentamente, super-homens também adormecem’: Isis Valverde presta homenagem ao pai

@isisvalverde/Instagram/Reprodução

“Em uma tarde de domingo, me arrancaram de você violentamente. Ainda me pergunto porque foi desta forma sua partida, repentina e surpreendente”. Esse foi o desabafo da atriz Isis Valverde após a morte inesperada do pai, no último domingo (12).

Isis conta como o pai, apaixonado por aventura, era um “super-herói” para ela. “Descobri a pouco, que os super-homens também adormecem para sempre e na maioria das vezes se vão como pássaros deixando um enorme vazio nos que ficam”, lamenta a atriz.

+ Pai de Isis Valverde morre após passar mal durante trilha de moto em Minas

Sebastião Rubens Valverde morreu de infarto, aos 65 anos, enquanto fazia uma trilha de moto no Sul de Minas Gerais. Rubens foi levado para o hospital da cidade de Baependi, próximo ao local, mas já chegou à unidade sem vida.

Ver essa foto no Instagram

Desde pequena tive ao meu lado um super- herói e desde que me sei por gente, estes, não morrem. São de aço !!! Ele mesmo me dizia que jamais ficava doente e tinha uma saúde de ferro. Pois é… descobri a pouco, que os super-homens também adormecem para sempre e na maioria das vezes se vão como pássaros deixando um enorme vazio nos que ficam. Minha palavra hoje pra vc pai é ORGULHO. Orgulho do pai maravilhoso que me ensinou tudo que sei e fez parte do que me trouxe até aqui, orgulho do cidadão e profissional que você foi pra Aiuruoca, do filho atencioso, irmão parceiro e tio acessível. Tenho orgulho de tudo que vc construiu, sua garra me inspira até hoje. Mas aí de repente, me levam você. Em uma tarde de domingo, me arrancaram de você violentamente. Ainda me pergunto porque foi desta forma sua partida, repentina e surpreendente . Te amo tanto e só desejava mais um abraço, sei que não será possível e me contento com as inúmeras lembranças maravilhosas com as quais seguirei adiante. TE AMO MEU AMADO PAI! Deus te receba em seus braços. Obs : Muito obrigada pelo apoio de todos !❤️ “A morte não é nada. Eu somente passei para o outro lado do Caminho. Eu sou eu, vocês são vocês. O que eu era para vocês, eu continuarei sendo. Me dêem o nome que vocês sempre me deram, falem comigo como vocês sempre fizeram. Vocês continuam vivendo no mundo das criaturas, eu estou vivendo no mundo do Criador. Não utilizem um tom solene ou triste, continuem a rir daquilo que nos fazia rir juntos. Rezem, sorriam, pensem em mim. Rezem por mim. Que meu nome seja pronunciado como sempre foi, sem ênfase de nenhum tipo. Sem nenhum traço de sombra ou tristeza. A vida significa tudo o que ela sempre significou, o fio não foi cortado. Porque eu estaria fora de seus pensamentos, agora que estou apenas fora de suas vistas? Eu não estou longe, apenas estou do outro lado do Caminho… Você que aí ficou, siga em frente, a vida continua, linda e bela como sempre foi.”

Uma publicação compartilhada por isis valverde (@isisvalverde) em

A atriz também faz questão de ressaltar a inspiração que sente por seu herói. “Minha palavra hoje pra você pai é ORGULHO. Orgulho do pai maravilhoso que me ensinou tudo que sei e fez parte do que me trouxe até aqui”, destaca.

Rede de apoio

Desde a notícia do falecimento de Sebastião, Isis Valverde e a família têm recebido diversas mensagens de apoio. A apresentadora Sabrina Sato comentou a postagem da atriz prestando sua solidariedade. “Vocês estão em minhas orações. Sinto tanto. Estou aqui para o que precisar”, escreveu.

A atriz Heloisa Périssé, que atualmente está em tratamento e luta contra o câncer, também deixou uma mensagem de apoio para Isis. “Querida, Deus esteja com você nesse momento e com toda a sua família! Te amo”, comentou.

A mãe de Isis Valverde, Rosalba Nable, também usou o Instagram para prestar uma homenagem a Sebastião. “Que Deus esteja com você”, escreveu ela na legenda da foto.

Ver essa foto no Instagram

Que Deus esteja com vc?

Uma publicação compartilhada por Rosalba (@rosalbanable) em

Guilherme Gurgel
Guilherme Gurgelguilherme.gurgel@bhaz.com.br

Estudante de Jornalismo na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Escreve com foco nas editorias de Cidades e Variedades no BHAZ.