Home NotíciasBHGuerra da tarifa: Empresários de ônibus recuam e recorrem a Kalil para sinalizar bandeira branca

Guerra da tarifa: Empresários de ônibus recuam e recorrem a Kalil para sinalizar bandeira branca

Os empresários do transporte coletivo de Belo Horizonte sinalizaram trégua ao solicitar uma reunião com o prefeito Alexandre Kalil, nesta segunda-feira (20), às 14h. O encontro acontece após a Justiça barrar o aumento da tarifa no início deste mês.

A queda de braço sobre a tarifa de 2020, entre o prefeito e os empresários, perdura desde o fim do ano passado. O reajuste da tarifa foi parar na Justiça após as empresas proporem o aumento de R$ 4,50 para R$ 4,75. Elas alegam que o reajuste anual está previsto no contrato firmado com a PBH em 2008.

Alexandre Kalil chegou a usar o perfil no Twitter para ser ainda mais enfático em relação ao possível aumento. “A passagem este ano é R$ 4,50. Seja na Justiça, seja no diálogo ou seja no porrete…”, escreveu o prefeito.

No dia 19 de dezembro, Kalil vetou o reajuste e o Consórcio Dez, que reúne oito companhias de transporte público, recorreu à Justiça contestando a decisão do prefeito.

No dia 27 de dezembro, foi concedida uma liminar autorizando o aumento da tarifa, porém, a prefeitura conseguiu barrar, no último sábado (4), a decisão que obrigava o reajuste.

Comentários