Home NotíciasBHÁudio de tempestade severa viraliza e confunde moradores

Áudio de tempestade severa viraliza e confunde moradores

As fortes chuvas que atingiram Belo Horizonte e Contagem, na região metropolitana, provocaram estragos e deixam moradores em alerta para a possibilidade de novos temporais. Nessa segunda-feira (20), a Defesa Civil de Minas emitiu um comunicado, por meio do tenente coronel Flávio Godinho, a respeito do risco de uma tempestade severa atingir pelo menos nove cidades da Grande BH. O anúncio foi feito por meio de um áudio.

Nesta terça-feira (21), pessoas de diferentes localidades seguem recebendo a gravação como se o alerta fosse atual, para a possibilidade de chover forte ao longo das próximas horas, como diz Godinho no registro. A informação, no entanto, é desatualizada por se tratar de uma previsão antiga.

+ Tempestade severa: Nove cidades podem receber chuva forte e Defesa Civil faz alerta

O áudio foi tão compartilhado que Godinho fez um novo pronunciamento a respeito da situação. Ele explicou à imprensa que estava no meio de um atendimento a pessoas que perderam tudo na chuva quando a gravação foi feita. Segundo o coordenador adjunto da Defesa Civil Estadual, a equipe meteorológica o informou sobre a possibilidade de chover forte em Betim e em outras cidades. Por tal motivo e com o objetivo de evitar um desastre, ele gravou o áudio, mas esqueceu de colocar data e hora.

“Essa mensagem viralizou e como não tem data e nem hora, as pessoas estão repassando diariamente essa mensagem. Peço a todos que divulguem que o alerta e áudio gravado são relativos a chuvas do dia 20/01/2020 às 17 horas”, explicou.

‘Chuva de Mil Anos’

Em coletiva de imprensa realizada nessa segunda-feira (20), autoridades da capital explicaram que o temporal que atingiu BH no último domingo (19) é considerado como uma “chuva de mil anos”. O prefeito Kalil explicou como ocorreu o fenômeno: “Choveu 102 milímetros em 40 minutos”.

O chefe do Executivo informou ainda que o estrago provocado pela tempestade seria inevitável. “Eu quero esclarecer para a população de Belo Horizonte que se todos os nossos projetos, bacias de contenção, tanto as que estão em licitação quanto as que estão prontas, estivessem prontas, aconteceria o que aconteceu ontem em Belo Horizonte. É um dado que me assustou. Mesmo se estivéssemos com tudo pronto, a tragédia de ontem não seria possível de não acontecer”, continuou.

+ ‘Chuva de mil anos’: Fenômeno que provocou devastação força BH a decretar estado de emergência

Nova ‘Chuva de Mil Anos’ pode ocorrer até sábado

Nesta segunda-feira (21), a Defesa Civil de Belo Horizonte emitiu um novo alerta para o risco de um novo temporal na cidade, até o próximo sábado (25). A capital pode ser atingida por um volume ainda maior que o recebido no domingo (19), classificada como “Chuva de Mil Anos”. Até sábado, BH pode acumular 150 mm de chuva – para efeito de comparação, a região que mais recebeu água, a Oeste, registrou 102 mm em 40 minutos.

+ BH pode ter nova ‘Chuva de mil anos’ até sábado, com volume superior a de domingo

Roberth Costa

Roberth Costa

Editor do BHAZ desde junho de 2018 e repórter desde 2014. Participou do processo de criação do portal no ano de 2012. É formado em Publicidade e Propaganda pela Faculdade Promove de Belo Horizonte e tem como foco a editoria de Cidades.

Comentários