‘Muito queridos’: Morte de mãe e filhos em desmoronamento causa comoção em Ibirité

Arquivo pessoal/Layara Félix

A morte de uma mãe e seus dois filhos em um desmoronamento de duas residências nesta sexta-feira (24) causa comoção em Ibirité, na região metropolitana. A casa onde eles estavam ruiu nesta manhã após ser atingida por outro imóvel que caiu assim que um barranco cedeu. Uma outra mulher ainda é procurada debaixo dos escombros.

+ Recém-nascido e adulto são encontrados mortos debaixo de escombros; há risco de novos deslizamentos

“Assim que ficou sabendo, todo mundo desceu. Eles são muito queridos. O pai das crianças (que não estava na residência no momento da queda) joga bola junto. Assim que o irmão dele mandou a notícia no grupo, a gente veio pra cá”, afirmou ao BHAZ o amigo da família William Fernando.

Wagner William, também morador da Vila Ideal, conta que houve mobilização de vizinhos logo após o acidente. “Ajudamos a socorrer na hora, mas não conseguimos achar ninguém. Muita gente tomou choque porque tinha cabo energizado espalhada no chão. Ouvimos gritos. Agora a gente põe na mão de Deus”, afirmou, antes da confirmação das mortes.

+ Duas crianças e duas mulheres são procuradas debaixo de escombros após casa ruir na Grande BH

“O barulho foi ensurdecedor, porque desceu uma casa, desceu o barranco, desceu a outra casa em cima, desceu outro barranco…”, relembra William Fernando. O acidente ocorreu por volta das 9h.

Tragédia

Desde a manhã, equipes do Corpo de Bombeiros trabalham no resgate das vítimas. Segundo os militares, Layara Félix e seus dois filhos, além da madrinha deles, estavam na residência quando o barranco cedeu. Os corpos dos familiares foram encontrados e, até a publicação desta reportagem, os bombeiros procuravam pela mulher.

“A complexidade é o seguinte: a área está numa situação muito crítica. Temos previsão nas horas que se seguem de uma precipitação de chuva mais intensa, o que vai agravar ou dificultar a nossa atuação”, afirmou ao BHAZ a major Stella Vieira, do Corpo de Bombeiros, por volta das 15h30. “O Corpo de Bombeiros vai fazer um esforço gigante para conseguir chegar a essas vítimas o mais rápido possível”.

A militar explicou que outras residências na área correm o risco de ruir. “Visualmente é perceptível que a área está em movimento. A área onde nós estamos buscando as vítimas é sensível, o trabalho ameaça os próprios bombeiros”. diz Stella. “Pedimos encarecidamente que as pessoas que estão nessa região saiam voluntariamente”, ao se referir a uma multidão de curiosos que se aglomerou na área.

Vila Ideal

Segundo a prefeitura, a Vila Ideal é uma área do Estado de Minas que foi ocupada por famílias. “Hoje está sendo doada para o município. Estamos trabalhando para fazer uma regularização fundiária aqui”, diz o prefeito da cidade, William Parreira.

Segundo o administrador municipal, 35 bairros da cidade registraram deslizamento de terra. “Em Ibirité, existem muitas áreas de risco, é uma cidade montanhosa, principalmente na região da Vila Ideal e outras regiões que as pessoas, às vezes, se fizeram uma invasão, que infelizmente, mesmo que você tire, em caso de alagamentos”, afirma.

Questionado se a prefeitura pode ser responsabilizada, o prefeito responde que a “responsabilidade no momento é cuidar com as famílias, alojá-las e retirar aquelas que estão na área de risco ainda”. “Não, eu não me sinto totalmente responsabilizado, mas eu me sinto responsabilizado de tentar ajudá-los”.

Parreira complementa, ainda, afirmando que entre 60 e 70 famílias estão sendo retiradas da região, por questão de segurança.

Moisés Teodoro
Moisés Teodoromoises.santos@bhaz.com.br

Fotógrafo e Analista de Mídias Digitais no BHAZ desde abril de 2019. Formado em Publicidade e Propaganda no Centro Universitário UNA. Escreve no portal com foco nas editorias de Cidades e Variedades, além de fotografar em coberturas de grandes eventos.