Sobe para 47 o número de mortes provocadas pela chuva em MG; 18 mil pessoas foram afetadas

Moisés Teodoro/BHAZ

O número de mortes em decorrência das chuvas em Minas chegou a 47, de acordo com dados da Defesa Civil Estadual divulgados nesta segunda (27). Belo Horizonte é a cidade com maior número de óbitos, com 13 registros. O número de cidades em situação de emergência segue em 101.

Ainda de acordo com o levantamento, entre a última sexta (24) e esta segunda, 18,1 mil pessoas foram afetadas pelas tempestades. São 16,6 mil desalojados, 3,3 mil desabrigados, 65 feridos, 47 mortes e quatro desaparecidos.

O número de desaparecidos caiu de 19 para quatro, já que 13 pessoas foram localizadas e outras duas foram encontradas mortas.  

+ Cruz Vermelha em BH pede doações para vítimas das chuvas; saiba como doar

Desalojados e desabrigados

De acordo com glossário produzido pelo Ministério do Desenvolvimento Regional, há uma diferença técnica entre os termos, entenda:

Desalojado: Pessoa que foi obrigada a abandonar temporária ou definitivamente sua habitação, em função de evacuações preventivas, destruição ou avaria grave, decorrentes do desastre, e que, não necessariamente, carece de abrigo provido pelo Sistema.

Desabrigado: Desalojado ou pessoa cuja habitação foi afetada por dano ou ameaça de dano e que necessita de abrigo provido pelo governo.

O que causou os temporais?

As chuvas fortes foram que atingiram Minas Gerais foram causadas por causa da atuação da Zona de Convergência do Atlântico Sul. O fenômeno estava estacionado na faixa Centro/Oeste/Leste de Minas e gerou consequências diretas às regiões Central, Metropolitana, Zona da Mata e Triângulo Mineiro.

Alerta continua

O risco de desabamentos continua em vários locais, já que a terra ainda está molhada. A Defesa Civil alerta para a necessidade de deixar as casas caso o morador perceba trincas ou outras anormalidades.

+ Kalil admite falha em telefone de emergência, compara chuva em BH a terremoto e alerta: ‘Não acabou’

Dicas de segurança

  • Em meio ao risco de tempestades severas, confira algumas dicas de segurança da Defesa Civil de Minas Gerais, para serem adotadas durante a chuva:
  • Evite ruas e avenidas sujeitas a alagamentos, mudando seu trajeto para locais mais seguros;
  • Se estiver dirigindo, não tente atravessar vias com água acima da metade da roda (observe outros carros);
  • Em casa, desligue os aparelhos elétricos das tomadas;
  • Procure abrigo em local seguro, alto e seco, ou no ponto de refúgio de seu bairro;
  • Não retorne à área de risco até a liberação pelas autoridades competentes;
  • Não fique em campo aberto, nem próximo a árvores ou postes;
  • Não caminhe, brinque, atravesse ou dirija em locais alagados;
  • Seja solidário. Ajude quem necessitar, mas sem se expor a riscos;
  • Para que você não tenha seus aparelhos queimados por uma eventual descarga elétrica, tire o fio de energia de eletrônicos e eletrodomésticos da tomada.

Como receber informações?

Cadastre-se no serviço de alerta para desastres naturais. Basta enviar o número de seu CEP para o telefone 40199, por mensagem gratuita, e solicitar sua adesão.

Para quem receber o SMS, basta responder à mensagem com o número de CEP. Após o cadastro, o celular já estará apto para receber alertas da Defesa Civil sobre desastres naturais.