Home NotíciasEsportesRepórter do Flamengo é assediada durante gravação com torcedores

Repórter do Flamengo é assediada durante gravação com torcedores

A repórter Julie Santos, da Fla TV, contou nas redes sociais que foi assediada por um torcedor enquanto gravava um vídeo para o canal oficial do Flamengo. Durante a filmagem dos bastidores da partida do rubro-negro contra o Resende, alguém entre a torcida apalpou a repórter.

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Julie Santos (@julieoficial_) em

Em sua conta no Instagram, Julie se pronunciou sobre o assédio sofrido no Maracanã, na segunda-feira (3), e explicou o que aconteceu. “Estava gravando o vídeo dos bastidores e sempre fico no meio da torcida, estou acostumada. No final, todo mundo começou a pular e, nessa hora, uma pessoa apertou a minha bunda”, contou ela em um vídeo publicado nos stories.

Assim que se deu conta do assédio, a repórter parou de gravar e só voltou quando a quantidade de pessoas ao redor dela diminuiu. No vídeo, ela também contou que já tinha passado por uma experiência parecida enquanto trabalhava: “Eu estava entrevistando alguém na torcida e eu ouvi alguém falando ‘passa a mão na bunda dela’, mas o entrevistado falou ‘não, que falta de respeito'”.

Julie recebeu apoio da torcida do Flamengo, de mulheres por todo o Brasil e de colegas de profissão, que se manifestaram repúdio à situação nas redes sociais. Depois da repercussão do relato, Julie agradeceu o apoio no Twitter e reforçou que, apesar do ocorrido, ela ainda sente o carinho da torcida.

O Flamengo, por meio de sua conta oficial no Twitter, também se posicionou contra o ocorrido. “O Clube de Regatas do Flamengo repudia o lamentável fato ocorrido com a repórter da FLA TV, Julie Santos, na partida contra o Resende. E também reitera seu apoio às mulheres, que sofrem com assédio diariamente. Essa luta é de todos nós”, escreveu o perfil.

Comentários