Home NotíciasEsportesTorcedor cruzeirense viraliza e a internet exala sua falta de escrúpulo (e um pouco de solidariedade)

Torcedor cruzeirense viraliza e a internet exala sua falta de escrúpulo (e um pouco de solidariedade)

torcedor cruzeirense sem dente

A transmissão do primeiro clássico mineiro disputado neste ano entre Cruzeiro e América, neste domingo (9), alçou um torcedor cruzeirense à fama repentina – e escancarou a falta de escrúpulo da internet (ou de dezenas de pessoas “protegidas pelo computador”). De alento, uma corrente do bem também emergiu, mostrando que ainda existe solidariedade em meio a tanta falta de empatia.

+ Com cara de domingo: Cruzeiro e América fazem 1º clássico do ano sem graça e não saem do empate

O clássico começou às 16h e foi transmitido ao vivo pela Globo Minas. Em diversos momentos, a transmissão da partida focou em um torcedor cruzeirense que exalava alegria. Em vez de destacar a felicidade do homem apaixonado pela Raposa, mesmo em uma partida sem graça, diversos torcedores passaram a fazer brincadeiras e comentários maldosos.

“Eu não acredito que tá viralizando fazer piada com o torcedor do Cruzeiro por causa dos dentes dele, isso é crueldade mano”, se espantou, incrédulo com o movimento, Lucas Duarte.

Solidariedade

Em reação, também pela internet, pessoas criticaram quem fez comentários jocosos com a imagem do cruzeirense. “Aos que brincam com essa imagem. Aos que acharam que iríamos abandonar o clube nesse momento difícil. Aos preconceituosos, aos secadores, para todos eles eu digo: SOMOS CRUZEIRO! O time do povo”, escreveu o jornalista Fernando Rocha, também filho do presidente do clube, José Dalai Rocha.

Um jornalista d’O Tempo, por sua vez, iniciou uma corrente para oferecer um tratamento dentário ao torcedor. “Alguém tem o contato ou sabe onde achar o senhor que apareceu comemorando o gol do Cruzeiro. Um dentista amigo meu vai doar a prótese e fazer o tratamento dele. Ajudem a encontrá-lo, por favor”, escreveu Marco Astoni.

Internautas estão falando que o torcedor trabalha no Minas Tênis Clube. “Trabalha na área infantil. Quando a criançada vai jogar totó, sinuca ou futebol, é só deixar a carteirinha que ele fornece o material”, escreveu um deles.

O BHAZ entrou em contato com a assessoria do clube mineiro, que informou, por ser domingo, que não consegue confirmar a informação.

Comentários