Home NotíciasEsportesWagner Pires de Sá detona Dedé e cruzeirenses concordam: ‘Errado não tá’

Wagner Pires de Sá detona Dedé e cruzeirenses concordam: ‘Errado não tá’

Wagner Pires fala de Dedé

O ex-presidente do Cruzeiro, Wagner Pires de Sá, foi filmado sem perceber enquanto dava mais uma declaração polêmica. Desta vez, ele foi flagrado criticando o zagueiro Dedé por “ganhar mais de R$ 50 milhões sem jogar”. Parte da torcida, que normalmente ataca o ex-dirigente, concordou com ele.

No vídeo que circula pelas redes sociais, além de criticar os salários altos pagos ao zagueiro, Wagner ainda disse que Dedé não pode ser vendido, por ser “todo fodido” e não passar em exames médicos.

+ Diretoria do Cruzeiro cede à pressão e renuncia ao cargo; Granata se mantém

“O Dedé ficou um ano e meio parado, ganhando R$ 800 mil. Não é igual INSS, que o cara tá doente, vai para o INSS, ganha salário mínimo. Não, o time paga. Ganhou mais de R$ 50 milhões sem jogar. E se vender, não vende, primeiro porque ele é todo fodido e não passa no exame médico. Futebol brasileiro é isso”, disparou o ex-presidente.

A torcida do Cruzeiro, que despreza o presidente que participou da gestão que levou o clube à maior crise administrativa e financeira da história, acabou concordando com Wagner. Decepcionados com Dedé, cruzeirenses acabaram dando razão ao ex-dirigente que ainda não perdoaram.

“OPINIÃO: Wagner Pires de Sá Presidente Lixo. Sobre o que ele disse do Dedé, tá certinho, esqueceu só de dizer que é um traidor e oportunista do Cruzeiro”, comentou um torcedor no Twitter. “Eu repudio o Wagner, as declarações dele, sobre o Dedé, não” completou outro.

A última vez em que Dedé jogou pelo Cruzeiro foi no dia 19 de outubro de 2019, contra o Corinthians. Ele saiu de campo aos 12 minutos do primeiro tempo por causa de dores no joelho e, no dia 23, passou por cirurgia. O zagueiro não foi reapresentado pelo Cruzeiro nesta temporada.

Em nota, o clube repudiou a declaração de Wagner Pires de Sá pela “absoluta falta de respeito” com o jogador. “A opinião por ele externada não tem nenhum respaldo médico, pois se Dedé está apto a jogar pelo Cruzeiro, pode atuar em qualquer clube do mundo”, diz um trecho do comunicado (leia na íntegra abaixo).

Nota de repúdio

“O presidente em exercício, José Dalai Rocha, e o Núcleo de Gestores que administra o Cruzeiro Esporte Clube vêm a público manifestar repúdio às declarações do ex-presidente Wagner Pires de Sá divulgadas nas redes sociais nesta segunda-feira, 17, sobre o atleta Dedé, em absoluta falta de respeito ao jogador que defende o Clube.

Obviamente, o ex-presidente, que renunciou ao cargo em dezembro, não fala em nome do Cruzeiro Esporte Clube. Além disso, a opinião por ele externada não tem nenhum respaldo médico, pois se Dedé está apto a jogar pelo Cruzeiro, pode atuar em qualquer clube do mundo.

Sofia Leão

Sofia Leão

Estudante de Jornalismo na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Escreve com foco na editoria de Esportes no BHAZ.

Comentários