Home NotíciasBHBichinho misterioso com ‘sangue’ amarelo invade BH durante Carnaval e intriga moradores

Bichinho misterioso com ‘sangue’ amarelo invade BH durante Carnaval e intriga moradores

Inseto estranho invade BH

Se você mora em Belo Horizonte ou está na capital mineira para curtir o Carnaval provavelmente se deparou com um inseto, no mínimo, estranho. Uma espécie de mistura de mini barata com pernilongo e, não menos curioso, com um “sangue” amarelo. Você está se indagando “que raios é esse bichinho”, certo?!

“Mano, só na minha casa q ta cheio de uns inseto q quando c mata sai um “sangue” amarelo?”, questionou Gabriel Arouca pelo Twitter. Não, Gabriel, até mesmo a redação do BHAZ foi infestada por esse bichinho estranho.

Não bastassem essas características excêntricas ao rol de insetos familiares do belo-horizontino, o inseto possui uma estranha habilidade lembrada por uma amiga do Gabriel, também na rede social: “Até com a janela fechada esses trem tão aparecendo do além”. E não é que é verdade? Até mesmo com a janela fechada, o inseto dá um jeito de entrar na nossa casa.

Afinal, que inseto é esse?

Inseto com “sangue” amarelo, que passa “através” de janelas e resolveu invadir a cidade durante o Carnaval… O BHAZ foi atrás de explicações! Por que esses insetos apareceram agora? A bióloga Daniela Fernanda dos Santos, responsável técnica em controle de vetores e pragas urbanas, tratou de acalmar BH.

“É um inseto pouco estudado, mas que não transmite doenças”, afirmou a especialista. Ufa, então estamos salvos ao menos por enquanto. O nome científico do bichinho é Sciara hemerobioides. Ah, ele é tão desconhecido que um dos biólogo especialistas no assunto procurados pela reportagem nem conhecia esse bichinho estranho.

Mas por que eles aparaceram justamente durante o Carnaval? Bom, segundo a bióloga, o aparecimento desses insetos com a folia não passa de uma coincidência. As chuvas dos últimos dias contribuíram para que eles aparecessem “do nada”.

“Temos muita umidade favorecendo o aparecimento, ele [inseto] é uma praga em plantações de cogumelos, que são fungos”, acrescenta a especialista. Como onde há umidade, há cogumelo, os insetos se espalharam pela cidade. Mas, como ele não se alimenta de sangue, ninguém será picado pelo tal Sciara hemerobioides.

Mais um alívio!

O que atrai?

Daniela alerta, porém, que frutas podres podem fazer com que esses insetos permaneçam por mais tempo nas residência. Por isso, é bom dar uma boa checada na cozinha. Além disso, eles gostam de luz branca, ou seja, a escuridão espanta os voadores. 

A especialista não sabe explicar o porquê de só agora esse inseto dar o ar da graça. No entanto, uma coisa é fato: o comportamento desses voadores tem mudado ultimamente com as várias alterações no clima experimentados pela sociedade. 

Como ficar livre desses bichinhos?

A bióloga explica que aerossóis podem ser usados para espantar os insetos. Como eles entram pelas janelas e portas, é melhor fechá-las ao entardecer – e torcer para que eles não usem a habilidade de passar pelas frestinhas.

No caso de uma grande infestação, é melhor contratar um serviço de empresas profissionais para dedetizar o imóvel.

Aline Diniz

Aline Diniz

Editora do BHAZ desde janeiro de 2020. Jornalista diplomada pela UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais) há 10 anos e com experiência focada principalmente na editoria de Cidades, incluindo atuação nas coberturas das tragédias da Vale em Brumadinho e Mariana. Já teve passagens por assessorias de imprensa, rádio e portais.

Comentários