Home NotíciasEsportesNa véspera do aniversário, Adilson Batista solta o verbo após ser demitido do Cruzeiro

Na véspera do aniversário, Adilson Batista solta o verbo após ser demitido do Cruzeiro

adilson batista demitido

Três dias depois da grande confusão envolvendo uma suposta demissão de Adilson Batista e da garantia de permanência do técnico no Cruzeiro, a saída acabou se concretizando nesse domingo (15). Depois da derrota para o Coimbra no Campeonato Mineiro, o treinador deu uma entrevista quando já estava demitido e soltou o verbo nas críticas a jogadores, à imprensa e a integrantes do Núcleo Dirigente Transitório do clube.

+ Terrível, terrível, terrível: Cruzeiro perde dentro de casa e vê eliminação precoce mais perto

Um dia antes do seu aniversário, Adilson Batista não poupou ninguém no pronunciamento sobre a demissão. Para ele, o Cruzeiro precisa urgentemente de um presidente, porque os oito gestores do clube “querem tomar conta do futebol”, e os jogadores que participaram do rebaixamento em 2019 “derrubaram” os técnicos que passaram pelo time.

+ Fim da novela? Adilson Batista fica, mas confirmação desagrada cruzeirenses: ‘Cancelando o sócio’

“Tive a coragem de pedir pra que determinados jogadores saíssem, enfrentei. Ajudei nesse processo, com o clube numa bagunça, uma desordem. Atletas tomaram conta do clube, derrubaram o Mano, meu amigo, Abel, Rogério Ceni, tomaram conta do clube. Então, você chega e tem que limpar”, afirmou o treinador.

Além de criticar o planejamento do clube, o ex-técnico do Cruzeiro também não poupou a imprensa de críticas pelo anúncio precoce da sua demissão. Na quinta-feira (12), a saída de Adilson Batista foi anunciada em vários veículos. A FOX Sports até chegou a publicar um anúncio da contratação do técnico Guto Ferreira no Twitter.

+ ‘Time de várzea’: Adilson tem demissão ‘anunciada’ antes de ser avisado e situação pode ter reviravolta

No coletiva, ele direcionou a crítica ao repórter Samuel Venâncio, setorista do Cruzeiro na Rádio Itatiaia. “Fui demitido pelo Samuel. Parece que ele deu no Twitter. Parece que deu uma barrigada. É falta de respeito. Demissão não existiu, estava trabalhando”, disse ele.

Em mais uma alfinetada, ele esperou o jornalista formular uma pergunta e se limitou a responder: “Pra tua rádio nunca mais eu falo. Próximo”. Em mais uma crítica, ele completou: “Vocês (imprensa)… o torcedor pegou no pé do João (Lucas), no do Rafael (Santos). Nos clubes que trabalhei, nunca tive influência nenhuma nas minhas decisões. Sempre respeitaram”.

Pelas redes sociais, no dia do seu aniversário de 52 anos (esta segunda-feira, 16), Adilson Batista deixou uma mensagem de despedida do clube no Twitter. “Torço de coração para que o Cruzeiro consiga seu maior objetivo neste ano que é o acesso à Série A. Saio de cabeça erguida”, escreveu o treinador.

Sofia Leão

Sofia Leão

Estudante de Jornalismo na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Escreve com foco na editoria de Esportes no BHAZ.

Comentários