Home NotíciasBHCoronavírus: Supermercados adotam medidas exclusivas para atender idosos com segurança

Coronavírus: Supermercados adotam medidas exclusivas para atender idosos com segurança

supermercados medidas para idosos

Com as medidas recomendadas para a prevenção contra o novo coronavírus, um grupo específico tem sofrido mais com o isolamento: os idosos. Mais vulneráveis ao vírus, eles precisam redobrar os cuidados até mesmo nas situações mais simples. Por isso, alguns supermercados vêm adaptando seus serviços a pessoas da terceira idade, de modo a garantir alguma independência às suas vidas sem abrir mão da proteção.

No início desta semana, a Pão de Açúcar, rede de supermercados do Rio de Janeiro, anunciou que funcionaria em horários exclusivos para idosos em algumas de suas lojas em todo o Brasil, a partir desta quarta (18). Segundo a empresa, a decisão foi tomada para “assegurar um ambiente apropriado para as necessidades de compras”.

Medidas em Minas

Em Minas Gerais, alguns supermercados também já começaram a se movimentar para garantir um ambiente seguro e adaptado às necessidades dos consumidores.

O Verdemar também decidiu instituir um horário especial para clientes acima de 60 anos. A partir desta sexta-feira (20), os idosos terão exclusividade na primeira hora de funcionamento das unidades da rede localizadas no Diamond Mall, na avenida Raja Gabáglia e nos bairros São Pedro, Luxemburgo e Cidade Nova.

“Este é um simples gesto de empatia, afeto e carinho que pode fazer uma grande diferença na segurança, na saúde e no bem-estar deste público durante a pandemia de Coronavírus”, informou a empresa em um comunicado.

Ver essa foto no Instagram

A partir de amanhã, 20 de março, nossos clientes com mais de 60 anos terão exclusividade na primeira hora de funcionamento das lojas do Diamond Mall, São Pedro, Raja Gabáglia, Luxemburgo e Cidade Nova. ⠀ Estes horários serão: – das 6h às 7h (de segunda a sábado) e das 7h às 8h (aos domingos)* nas lojas Diamond Mall e São Pedro; ⠀ – das 7h às 8h nas lojas Raja Gabáglia, Luxemburgo e Cidade Nova. ⠀ Neste período, os idosos que necessitam realizar suas compras pessoalmente poderão contar com corredores mais livres e pontos de contato ainda mais higienizados. ⠀ Reiteramos, porém, que a recomendação é que as pessoas do grupo de risco, que inclui a população com idade superior a 60 anos, evitem sair de casa, deixando a tarefa de fazer compras para seus filhos, netos e amigos. ⠀ Este é um simples gesto de empatia, afeto e carinho que pode fazer uma grande diferença na segurança, na saúde e no bem-estar deste público durante a pandemia de Coronavírus. ⠀ *Horário de funcionamento especial válido por tempo indeterminado.

Uma publicação compartilhada por Verdemar Supermercado (@supermercadoverdemar) em

Além disso, o Verdemar também interrompeu, por tempo indeterminado, o funcionamento de todos os restaurantes, pizzarias e cafeterias da rede, segundo determina o decreto expedido pelo prefeito Alexandre Kalil, válido a partir desta sexta (20).

Outra rede de supermercado também adotou medidas exclusivas para o atendimento dos idosos durante o combate ao coronavírus. O Super Nosso disponibilizou entrega grátis para todas as compras acima de R$ 49 feitas por pessoas acima de 60 anos no site (acesse aqui).

O cupom que garante o benefício é válido por tempo indeterminado e não tem limite de uso, ou seja, pode ser usado em diversas compras. Segundo a empresa, a medida foi uma forma de sugerir que os clientes que estão na terceira idade sigam as orientações da OMS (Organização Mundial da Saúde), não precisem sair de casa e recebam os produtos que necessitam com segurança.

Outras redes de supermercados de Belo Horizonte, como Carrefour, Extra e Supermercados BH, ainda não anunciaram medidas exclusivas para as pessoas que estão no grupo de risco. No entanto, as empresas garantem que estão seguindo as recomendações da OMS, do Ministério da Saúde e do governo de Minas de reforçar a higienização das lojas.

Giovanna Fávero

Giovanna Fávero

Estudante de Jornalismo na Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC-MG). Escreve com foco na área de Guia e Cultura no BHAZ.

Comentários