Home Guia BHAZCom isolamento social, cresce a procura por aulas on-line de música! Veja quais artistas oferecem o serviço

Com isolamento social, cresce a procura por aulas on-line de música! Veja quais artistas oferecem o serviço

Com a determinação dos órgãos públicos de fechamento dos estabelecimentos comerciais e orientação para que a população permaneça em isolamento social para minimizar os efeitos da pandemia do coronavírus (CODIV-19), profissionais da arte têm se virado para se manter na ativa. Um dos caminhos é a realização de cursos on-line. Em tempos de quarentena forçada, tem crescido a procura pelo ensino à distância.

­­­­­­­­­­­­­­­­­­A cantora e compositora Amorina, que é professora de canto, afirma que aulas on-line têm funcionado bastante. Além de ser uma alternativa de renda para os profissionais, a maioria formado por autônomos, as aulas também permitem às pessoas expandir conhecimento e reduzir o estresse da crise, ajudando no controle da saúde mental.

Leia mais: Motoristas de transporte escolar fazem ‘vanzeata’ por auxílio emergencial

 “Tem um público diferente que está em casa, que está atoa, vendo matéria sobre coronavírus o dia inteiro na TV, causando ansiedade e estresse. Então tenho encontrado com essas pessoas durante as aulas e tem sido muito legal!”, conta Amorina.

A cantora Paula Santoro, com mais de 30 anos de carreira, classificou o momento pelo qual passa a classe artística como “muito difícil”. Professora de canto e fonoaudióloga, ela também tem intensificado o trabalho de ensino à distância.

“Eu já dava aula online antes, mas era para poucos alunos, em Brasília, Natal, Nova York e Los Angeles”, afirma.

Leia mais: Influenciadora contrai Covid-19 e ri ao anunciar que está com a doença

Outros nomes já conhecidos do público mineiro também ofertam o serviço: a percussionista Analu Braga, as cantoras Cindra Gomes, Julie Amaral, Irene Bertachini e Michelle Andreazzi, os cavaquinhistas Du Macedo, Valdênio Martinho e Warley Henrique, os violonistas Jorge Bonfá e Fernando Ventureli, entre outros.

A lista de opção de cursos oferecidos pelos músicos inclui além de aulas de canto, violão, viola caipira, percussão, ukulele, cavaquinho e teatro. Com aulas a partir de R$ 40, há opções para público de várias idades.

“Meu público alvo é bem amplo. Mas tenho uma facilidade particular com aqueles que possuem vergonha de cantar. Ou aqueles que já sabem cantar, mas querem desenvolver o lado da interpretação e da expressividade. Dou aula para todas as idades, mas preferência acima de 18 anos”, afirma Izza, professora de canto, violão, percussão e teatro

Sabemos que neste momento é importante criarmos uma rede de cooperação, já que muitos profissionais da arte são autônomos e precisam de oportunidades para gerar renda e pagar as contas. Do outro lado, temos pessoas angustiadas, estressadas pelo excesso de informação e muita incerteza quanto ao futuro, precisando de arte pra manutenção de sua saúde mental.

Confira a lista dos artistas que oferecem cursos on-line. Clique aqui: Almanaque do Samba

Almanaque

Almanaque

O Almanaque do Samba - A Casa do Samba de Minas Gerais é um projeto patrocinado pela Cemig, por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura (2011/001/2017), que busca valorizar o samba no estado e os artistas mineiros. Tem um portal (www.almanaquedosamba.com.br) e um programa de rádio, que vai ao ar aos sábados, às 21 horas, pela Rádio Inconfidência (880AM). O conteúdo também pode ser acessado por meio das redes sociais (Facebook, Instagram e Youtube).

Comentários