Home NotíciasBrasilBolsonaro diz que brasileiro precisa ser estudado por pular em esgoto e ‘não acontecer nada’

Bolsonaro diz que brasileiro precisa ser estudado por pular em esgoto e ‘não acontecer nada’

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) voltou a ser alvo de críticas na tarde desta quinta-feira (26) após conversar com jornalistas quando chegou à residência oficial do Palácio da Alvorada. Ele disse que o brasileiro precisa ser “estudado” por ser capaz de pular “no esgoto” sem que nada aconteça.

A declaração do presidente foi dada depois que o questionaram se a situação do Brasil, referente ao novo coronavírus, pode ficar como a dos Estados Unidos, que já registra número de contaminados maior do que os da China. Segundo Bolsonaro, muitos brasileiros já foram infectados e adquiriram anticorpos, o que, disse, ajudar ”a não proliferar isso daí”.

“Eu acho que não vai chegar a esse ponto [a situação dos Estados Unidos]. Até porque o brasileiro tem que ser estudado. Ele não pega nada. Você vê o cara pulando em esgoto ali, sai, mergulha, tá certo? E não acontece nada com ele. Eu acho até que muita gente já foi infectada no Brasil, há poucas semanas ou meses, e ele já tem anticorpos que ajuda a não proliferar isso daí”, disse o presidente da República.

Em outro momento, Bolsonaro disse que o brasileiro “tem que aprender a cuidar dele mesmo” ao ser questionado sobre medidas referentes ao chamado ”isolamento vertical” – cujo objetivo é isolar apenas pessoas dos grupos de risco, como idosos e pessoas com doenças anteriores.

“O próprio [ministro da Saúde, Luiz Henrique] Mandetta tá convencido disso. Mas a quarentena vertical tem que começar pela própria família. O brasileiro tem que aprender a cuidar dele mesmo, pô”, afirmou.

Ainda na entrevista, Bolsonaro falou a respeito dos dois testes de Covid-19 aos quais foi submetido. Ele disse que os exames deram negativo, mas que não quis divulgá-los. “Para que você quer saber? Dorme comigo? Minha palavra vale mais que um pedaço de papel”, respondeu.

Repercussão

Nas redes sociais, internautas passaram a criticar o presidente por conta das declarações. Confira parte da repercussão:

Comentários