Home NotíciasCoronavírusZema pede auxílio do Exército para combater Covid-19 em Minas

Zema pede auxílio do Exército para combater Covid-19 em Minas

zema pede ajuda do exército

O governador Romeu Zema (Novo) anunciou, durante coletiva de imprensa virtual na tarde desta quarta-feira (31), que solicitou o apoio do Exército brasileiro no combate ao coronavírus no Estado.

Segundo o mandatário, os militares vão atuar na desinfecção de estações de grande aglomeração de pessoas. Além disso, o Exército vai trabalhar na “capacitando as defesas civis municipais, contando ainda com o apoio dos bombeiros e da Defesa Civil estadual”, disse o governador.

No início da coletiva, Zema lamentou as duas mortes pelo novo coronavírus confirmadas no estado e agradeceu a iniciativa do Presidente Jair Bolsonaro de disponibilizar o Exército.

+ Morador de BH, idoso de 66 anos é o segundo morto por Covid-19; Minas investiga outros 40 óbitos

Leia também:  Reforma administrativa é aprovada na Assembleia; 19 mil cargos do governo serão cortados
Leia também:  Shopping de BH oferece estacionamento DE GRAÇA para profissionais da saúde

Reforço de R$ 500 milhões

O governador disse que o Estado contará com o reforço de R$500 milhões para a saúde. A quantia vem de uma indenização que a Vale deve a Minas Gerais, devido ao rompimento da barragem em Brumadinho, na região metropolitana de Belo Horizonte. O governo já solicitou o recurso e aguarda liberação judicial do dinheiro.

Leia também:  Advogado joga dinheiro em privada para escapar da Operação Capitu

Isolamento social continua

Zema disse ainda que nos últimos cinco dias, as internações no Sistema Único de Saúde (SUS), em Minas, caíram. E ele atribui o fato, às medidas tomadas pelos governo estadual, entre elas, o isolamento social . “Talvez tenhamos ganho a primeira batalha, mas ainda temos uma guerra grande pela frente”, conclui.

Marcela Gonzaga

Marcela Gonzaga

Editora do BHAZ desde fevereiro de 2020. Jornalista graduada pela Newton Paiva. Trabalhou como produtora de TV e chefe de produção durante 14 anos, com passagens pela RecordTV, Rede Minas, RedeTV!, TV TRT-MG e TV TJMG.

Comentários