Home NotíciasEsportesRonaldinho Gaúcho e irmão conseguem prisão domiciliar e podem deixar cadeia no Paraguai

Ronaldinho Gaúcho e irmão conseguem prisão domiciliar e podem deixar cadeia no Paraguai

Brasileiros acompanharam audiência pelo telefone

O ex-jogador Ronaldinho Gaúcho e o irmão Assis já podem deixar a cadeia após 32 dias. A mudança do regime para prisão domiciliar foi conseguida, nesta terça-feira (7), em audiência.

Os brasileiros vão ficar em um hotel na cidade de Assunção, capital do Paraguai, mas antes tiveram que pagar US$ 1,6 milhão – cerca de R$ 8,3 milhões – como garantia de que não vão fugir do país. As informações são do GloboEsporte.

Ronaldinho e o irmão respondem processo por terem entrado no país vizinho com passaporte falsificado.

Leia também:  Fluminense confirma contratação de Fred, ídolo da torcida tricolor
Leia também:  Incêndio atinge Toca da Raposa I, na Pampulha; Vídeo mostra chamas

No hotel os brasileiros terão a custódia da polícia, conforme determinação judicial, e não podem sair do Paraguai. Esta foi a quarta vez que a defesa tentou a mudança do regime.

Ronaldinho e Assis participaram da audiência, por videoconferência, e aceitaram as condições tomadas juntos às autoridades no Palácio de Justiça. O hotel em que vão ficar está localizado a cerca de três quilômetros da cadeia e tem mais de 100 quartos.

A direção do Hotel Palmaroga aceitou a estadia de Ronaldinho e Assis e seguirá as condições impostas pelo juiz.

Comentários