Home NotíciasBrasilDepois de criticar governadores, Bolsonaro fura isolamento e aparece em protesto: ‘Tudo tem limite’

Depois de criticar governadores, Bolsonaro fura isolamento e aparece em protesto: ‘Tudo tem limite’

Bolsonaro foi em manifestação no QG do Exército

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido), mais uma vez, descumpriu as recomendações sanitárias da OMS (Organização Mundial de Saúde) e participou de uma manifestação em frente ao QG do Exército, em Brasília, neste domingo (19).

Mais cedo, ele fez uma postagem onde critica as medidas tomadas por governadores e prefeitos para conter a Covid-19 (veja abaixo).

Leia mais: Cidade mineira briga por Bolsonaro em outdoor contra e a favor

Na manifestação, Bolsonaro não se aproximou do público que se aglomerou. Ele subiu na carroceria de um carro e discursou para os apoiadores.

“Eu estou aqui porque acredito em vocês. Vocês estão aqui porque acreditam no Brasil. Nós não queremos negociar nada. Nós queremos é ação pelo Brasil”, disse em um dos trechos.

Leia mais: Policial pisa e se ajoelha no pescoço de mulher negra em abordagem em SP

O ato, realizado no Dia do Exército, tinha apoiadores do presidente da República e eles pediram o fechamento do Congresso e do STF (Supremo Tribunal Federal). Eles ainda gritaram “intervenção militar com Bolsonaro”, “queremos intervenção” e “a nossa bandeira jamais será vermelha”.

Durante a fala, o presidente não usou microfone e diversas vezes tossiu. Ele não chegou próximo dos apoiadores e nem apertou as mãos deles, atitude que teve em outras oportunidades.

‘Tudo tem
limite’

Em uma
postagem nas redes sociais, na manhã deste domingo, Bolsonaro atacou
governadores e prefeitos por conta das medidas tomadas para garantir o
isolamento da população.

O presidente postou um vídeo gravado no Recife (PE) onde um homem, que vestia uma camisa estampada com o rosto de Bolsonaro, é preso enquanto descumpria a quarentena no calçadão de uma praia.

No Estado de Pernambuco a circulação de pessoas em praças e parques está proibida. O homem, que se diz aposentado da Aeronáutica, foi preso, após desacatar os policiais militares que o abordaram.

Jair
Bolsonaro, por sua vez, postou o vídeo da prisão dizendo que “tudo tem limite”.
Ele criticou os administradores de cidades e estados por conta das medidas
tomadas para conter o avanço da Covid-19.

“Deram
superpoderes para governadores e prefeitos. Eles agora atentam contra o que há
de mais sagrado no Brasil: a nossa liberdade, nosso direito de ir e vir… Tudo
tem limite”, publicou.

O presidente é contra o isolamento de toda a população e defende a medida somente para as pessoas do grupo de risco da doença.

Comentários