Home NotíciasBHCovid-19: Sargento da PM tem ataque de fúria e quebra guichê da rodoviária de BH por não poder viajar

Covid-19: Sargento da PM tem ataque de fúria e quebra guichê da rodoviária de BH por não poder viajar

Guichê foi destruído com golpes de marreta

Um sargento reformado da PM de Minas, de 55 anos, foi preso após ter um ataque de fúria e quebrar um guichê da rodoviária de Belo Horizonte. O caso ocorreu nesta terça-feira (21). O motivo da irritação? O cancelamento da viagem devido à pandemia da Covid-19.

De acordo com a PM, o militar aposentado passou a noite na sede da 6ª Cia da PM, após ser informado que não poderia viajar para o Espírito Santo, local onde mora.

Leia mais: Respiradores que foram roubados na Grande BH são recuperados

Na manhã desta terça, um policial foi com ele até o guichê para resolver a situação. Os funcionários voltaram a explicar que o embarque não aconteceria por causa do novo coronavírus.

Duas opções foram apresentadas: o reembolso ou o agendamento para quando as viagens voltarem à normalidade.

O sargento reformado não aceitou nenhuma das propostas e saiu dizendo que iria resolver a situação do jeito que achava correto. Ainda segundo o registro da ocorrência, após deixar a rodoviária, o militar aposentado foi até à companhia da PM buscar seus pertences.

Leia mais: Renata Vasconcellos defende direito de se emocionar no JN e solta a voz

Ataque de fúria

Pouco tempo depois, o militar aposentado voltou à rodoviária carregando uma marreta. “Ele chegou quebrando tudo. Arredou duas pessoas que eram atendidas no guichê e saiu dando marretada. Coisa de louco”, disse ao BHAZ um funcionário da companhia, que preferiu não se identificar.

O funcionário contou que todos da rodoviária ficaram assustados com a atitude do homem.”Mesmo com esta pandemia, nós estamos vindo pro trabalho diariamente. Ficamos mais de hora no ponto esperando ônibus, a gente já vem com medo pro trabalho e quando chega acontece tudo isso. Graças a Deus que não tivemos feridos”, desabafou.

Sa rgento prometeu voltar para terminar de quebrar e empresa (WhatsApp/Reprodução)

Mesmo após receber voz de prisão, o sargento prometeu voltar para “terminar de quebrar a empresa”. A PM foi ao hotel onde ele estava hospedado e apreendeu outras ferramentas.

O homem foi levado para a delegacia da Polícia Civil. O BHAZ entrou em contato com a Codemge (Companhia de Desenvolvimento de Minas Gerais), responsável pela administração do terminal, mas não teve as ligações atendidas.

Vitor Fórneas

Vitor Fórneas

Repórter do BHAZ desde maio de 2017. Jornalista graduado pelo UniBH (Centro Universitário de Belo Horizonte) e com atuação focada nas editorias de Cidades e Política.

Comentários