Home NotíciasCoronavírusVacina testada em macacos garante ‘proteção completa’ contra o novo coronavírus

Vacina testada em macacos garante ‘proteção completa’ contra o novo coronavírus

vacina macacos coronavirus

Uma vacina experimental, testada em um laboratório chinês, conseguiu uma “proteção completa” de um grupo de macacos contra o novo coronavírus. O laboratório Sinovac Biotech, que fez o experimento, ministrou a vacina em oito macacos Rhesus.

O experimento usou uma versão quimicamente inativa do vírus que causa a Covid-19 para fazer o imunizante e, segundo o laboratório, os macacos não apresentaram efeitos colaterais. As vacinas, aplicadas antes, introduziram anticorpos neutralizantes para o SARS-CoV-2.

Leia mais: Participante de game show debocha de Bolsonaro na TV de Portugal: ‘Fora Bolsonaro, como eu disse’

O vírus foi introduzido nos animais três semanas após a vacina, em doses diferentes. “Os quatro macacos que receberam a vacina em alta dose não tinham vestígios do vírus nos pulmões sete dias após a contaminação”, diz o relatório do Sinovac Biotech.

O grupo de macacos que recebeu uma dose mais baixa apresentou uma carga viral maior no corpo. Mesmo assim, eles conseguiram se recuperar da doença.

Os resultados do estudo foram publicados em um repositório de artigos científicos, mas ainda têm que ser validados pela comunidade científica. A Sinovac Biotech também começou a fazer experimentos em humanos no dia 16 de abril.

Leia mais: ‘Batalha de rap’ entre pai e filho de 5 meses termina em gargalhadas

Florian Krammer, virologista e professor da Escola de Medicina Icahn em Nova York, demonstrou otimismo ao analisar os resultados do experimento. “Estes são os primeiros dados pré-clínicos ‘sérios’ que eu já vi sobre uma vacina experimental”, escreveu o especialista no Twitter.

Vários laboratórios, pesquisadores e grupos farmacêuticos ao redor do mundo se esforçam para desenvolver uma vacina contra o SARS-CoV-2, que causa a Covid-19. A doença já matou cerca de 192 mil pessoas no mundo e mais de 3 mil pessoas no Brasil.

Comentários