Home NotíciasBHIdoso é a terceira morte por Covid-19 em Contagem; cidade tem 50 casos confirmados

Idoso é a terceira morte por Covid-19 em Contagem; cidade tem 50 casos confirmados

Contagem tem três mortes e 50 casos de Covid-19

A Prefeitura de Contagem confirmou a terceira morte por Covid-19 na cidade da região metropolitana de Belo Horizonte. O número de casos confirmados da doença chegou a 50, nesta quinta-feira (30).

A Secretaria de Saúde de Contagem informou, por meio de nota, que a vítima era um homem de 70 anos. Segundo a pasta, ele estava internado em um hospital da capital mineira e morreu no último domingo (26).

Leia mais: Número de profissionais do SUS infectados por Covid-19 sobe para 160 em BH

O idoso foi submetido ao exame do novo coronavírus e a doença foi confirmada em 20 de abril. “Ele era hipertenso e tinha doença renal crônica”, informou a secretaria.

Esta
é a terceira morte na cidade que contabiliza 50 confirmações para Covid-19,
conforme Boletim Epidemiológico da SES-MG (Secretaria de Estado de Saúde de
Minas Gerais).

Números em Minas

Leia mais: Com cerca de 200 lojas fechadas, shoppings citam segurança ‘acima de hospitais’ e pedem reabertura

O novo coronavírus continua fazendo vítimas pelo Estado. Em último informe epidemiológico, o número de óbitos passou para 82, segundo a SES-MG. Conforme a pasta, há 1.827 casos confirmados em Minas, e 81 mortes seguem em investigação.

+ Pai do secretário de Planejamento de Minas Gerais morre pela Covid-19; mortes chegam a 82 no Estado

A cidade mais afetada segue sendo Belo Horizonte, com 17 mortes e 576 casos confirmados. Do total, 80% das mortes no Estado são de pessoas com mais de 60 anos. Foram 44 óbitos masculinos e 38 femininos, sendo que quase metade das vítimas sofriam de hipertensão.

Reforce a proteção contra o vírus

A SES-MG orienta que a população tome algumas medidas de higiene respiratória para evitar a propagação da doença, são elas:

  • Lavar as mãos frequentemente com água e sabonete por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização. Se não houver água e sabonete, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool.
  • Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas.
  • Evitar contato próximo com pessoas doentes.
  • Ficar em casa quando estiver doente.
  • Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo.
  • Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.
Vitor Fórneas

Vitor Fórneas

Repórter do BHAZ desde maio de 2017. Jornalista graduado pelo UniBH (Centro Universitário de Belo Horizonte) e com atuação focada nas editorias de Cidades e Política.

Comentários