Home NotíciasBrasilMinistro da Saúde não descarta 1 mil mortes diariamente por Covid-19 no Brasil: ‘É possível acontecer’

Ministro da Saúde não descarta 1 mil mortes diariamente por Covid-19 no Brasil: ‘É possível acontecer’

Número de mortos no país chegou a 5.901

O ministro da Saúde, Nelson Teich, não descarta a possibilidade do Brasil ter mil mortes por dia em decorrência da pandemia da Covid-19. A declaração foi dada durante coletiva, em Brasília, nesta quinta-feira (30).

Dados da pasta apontam que o país teve somente hoje mais
435 óbitos pela doença, com isso, o total chegou a 5.901 e 85.380 casos. Estudo
da Imperial College, de Londres, indica o Brasil como o país com a maior taxa
de transmissão do novo coronavírus.

Leia mais: Seleção de currículos para o hospital de campanha termina nesta terça

Ao ser perguntado se há possibilidade dos estudos
tornarem realidade e o país chegar a ter até 1,5 mil óbitos diariamente, Teich
respondeu.

“Em relação a um possível número de mortes, como estamos perto de 500 por dia, o número de 1 mil é possível acontecer, se tivermos um crescimento significativo da pandemia. Não quer dizer que vá acontecer. Temos que acompanhar a cada dia para saber a melhor decisão a tomar”, disse.

Leia mais: Pesquisadores brasileiros desenvolvem tratamento que pode ser a cura do HIV

Combate à pandemia

Os ministros da Cidadania, Onyx Lorenzoni; e da Mulher,
da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves; participaram de entrevista
coletiva no Palácio do Planalto nesta quinta-feira (30) sobre o enfrentamento à
pandemia de coronavírus no Brasil.

A ministra Damares Alves ressaltou a importância do uso de máscara para evitar a transmissão do novo coronavírus. Pediu para que os pais ensinem as crianças a usarem o equipamento e sugeriu estampas lúdicas.

A ministra também mostrou modelo de máscara transparente para quem precisa se comunicar com pessoas surdas e mudas, que necessitam fazer leitura labial. Damares mostrou as ações que foram desenvolvidas para os idosos durante a pandemia de coronavírus. 

O ministro Onyx Lorenzoni anunciou ferramenta digital
para que os municípios possam acessar as ações de prevenção, reforço alimentar
e abrigamento. No programa de prevenção, está previsto distribuição de
equipamentos de proteção individual (EPIs) para mais de 192 mil funcionários da
assistência social brasileira.

No programa de alimentação e abrigamento, recursos serão
transferidos para que os municípios apliquem em instituições quem atendem
pessoas em situação de vulnerabilidade. Os prefeitos podem acessar o site do Ministério da Cidadania para verificar
os municípios elegíveis e os recursos disponíveis.

Com Agência Brasil

Comentários