Home NotíciasBHConselho de Saúde de BH divulga carta aberta e pede que a população fique em casa

Conselho de Saúde de BH divulga carta aberta e pede que a população fique em casa

conselho saude carta

O Conselho Municipal de Saúde divulgou uma carta aberta, nesta segunda-feira (4), em que faz um apelo para que a população da capital fique em casa. No documento, o órgão elogia as medidas tomadas pela PBH (Prefeitura de Belo Horizonte) no combate à pandemia de Covid-19. 

O conselho afirma que o isolamento social é, cientificamente, a única forma de conter a propagação da doença e que a PBH vem agindo corretamente ao adotar as medidas de fechamento do comércio, por exemplo.

Leia mais: Menina de 4 anos morre de Covid-19 e se torna vítima mais jovem da doença em MG

“Essa medida diminui a propagação da doença e proporciona tempo para que o Sistema Único de Saúde (SUS) se organize para atender com qualidade todos os casos que surgirem”, diz um trecho da carta.

O órgão, que é fiscalizador do SUS, reitera que as atividades não-essenciais só devem ser retomadas quando BH tiver condições de fazer testagens rápidas e em muitas pessoas, para que o cenário da doença seja controlado.

Leia mais: Brasil passa da marca de 1,5 milhão de casos confirmados de Covid-19; mais de 60 mil morreram

“Belo Horizonte, apesar de todas as dificuldades, tem obtido sucesso em conter a disseminação da Covid-19 e mantido um número baixo de contaminações e mortes, justamente por causa do isolamento social, das orientações sobre higiene e uso obrigatório de máscaras de proteção facial”, afirma o conselho.

Segundo o boletim epidemiológico da SES-MG (Secretaria de Estado de Saúde de Minas), divulgado nesta segunda-feira, BH tem 825 casos confirmados de Covid-19 e 20 mortes causadas pela doença. De acordo com o Conselho de Saúde, algo que indica o sucesso da capital no combate ao novo coronavírus é a diminuição dos casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave.

“[O boletim] revela redução das notificações de Síndrome Aguda Respiratória Grave de 280 casos para 90 casos por semana, após as medidas de isolamento social da PBH iniciadas ern 20 de março. Isso significa uma redução de quase 70% do número de pessoas que apresentaram a forma clínica mais grave que a Covid-19 pode provocar”, diz a carta.

Apesar do cenário otimista, o conselho ainda pede a contribuição da população para que o isolamento seja mantido. No documento, o órgão também repudia as atitudes do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), que pede o retorno das atividades econômicas e participa de manifestações.

“Infelizmente, nesse momento em que o número de mortes aumenta rapidamente a cada dia no Brasil, assistimos estupefatos as declarações desumanas do presidente da República mostrando sua indiferença frente a dor das famílias que perderam seus entes queridos e se portando de maneira irresponsável/inadequada ao confrontar todas as orientações da comunidade científica nacional e internacional, promovendo e incentivando aglomerações de pessoas”, declara.

O conselho finaliza a carta lembrando a população sobre a importância do SUS neste momento e pedindo que fiquem em casa. “O SUS-BH é uma referência para o Brasil, E os conselhos de saúde, formados por usuários, trabalhado. e gestores, assumem sua responsabilidade de defender o SUS e a saúde da população. #Fique em Casa!!!”, diz o trecho final do documento.

Sofia Leão

Sofia Leão

Estudante de Jornalismo na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Escreve com foco na editoria de Esportes no BHAZ.

Comentários