Home NotíciasBrasilRepórter dá ‘cortada’ em internauta que pedia para Globo mostrar ‘hospitais vazios’

Repórter dá ‘cortada’ em internauta que pedia para Globo mostrar ‘hospitais vazios’

sônia bridi

Uma repórter da TV Globo rebateu o comentário de um seguidor que pedia para que a emissora mostrasse “hospitais vazios” pelo Brasil, durante a pandemia do novo coronavírus. Sônia Bridi respondeu ao seguidor após uma reportagem, feita por ela, no Fantástico, sobre a possibilidade de transmissão do vírus pelo ar.

“Será possível transmitir o coronavírus pelo ar? Pesquisadores e autoridades chinesas juntaram técnicas de investigação criminal e ciência para resolver esse mistério e descobriram que o coronavírus pode ser transmitido pelo ar sem contato físico”, escreveu o perfil do Fantástico, no Instagram, com base em um estudo de pesquisadores da China.

Leia mais: Curva da Covid-19 mostra maior imunidade e 2ª onda pode não ocorrer

Em um dos comentários mais curtidos, uma mulher questionava a condução da reportagem. “Não. Seria melhor começar a falar das pessoas curadas e hospitais vazios. E que o vírus foi fabricado na China”, disse a internauta. Não demorou muito e a repórter respondeu: “É reportagem, não é filme de ficção onde cabe a sua imaginação”, escreveu.

“Uma pesquisa chinesa recente chegou à conclusão de que o coronavírus pode ser transmitido pelo ar, ou seja, sem a necessidade de contato físico com a pessoa infectada”, diz trecho da reportagem.

Leia mais: ‘O caminho foi longo, mas parece que estamos chegando ao final’, diz Kalil

No vídeo abaixo, divulgado pelo Fantástico, é possível ver como isso se deu na cidade de Cantão, na China. A reportagem completa (leia aqui) mostra a importância do uso correto das máscaras, do distanciamento social e da manutenção de espaços arejados.

Comentários