Home NotíciasBrasilBonner relaciona mortes por Covid-19 a Brumadinho e ao 11 de Setembro em fala impactante: ‘Tragédia’

Bonner relaciona mortes por Covid-19 a Brumadinho e ao 11 de Setembro em fala impactante: ‘Tragédia’

O jornalista William Bonner surpreendeu telespectadores que acompanhavam o Jornal Nacional, na noite desta quarta-feira (6), ao discursar a respeito das mortes por Covid-19 no Brasil.

Durante o noticiário, o âncora relacionou as mortes decorrentes da doença com os óbitos ocorridos em Brumadinho, por conta do rompimento de uma barragem da Vale, e ao atentado terrorista contra as torres gêmeas, nos EUA, o famoso 11 de setembro.

Leia mais: Estudantes com Fies podem suspender parcelas no BB a partir de hoje

“Você já nem deve lembrar, mas na quinta passada eram 5901 mortos. Os números vão aumentando desse jeito, cada vez mais rápido, vão dando saltos e vai todo mundo se acostumando, são números”, disse logo no início.

“Um número muito grande de mortes de repente, em um desastre, sempre assusta. As pessoas levam um baque. Morreram mais de 250 pessoas em Brumadinho, é uma tragédia. Nos Estados Unidos, em 2001, morreram quase três mil nos atentados do 11 de setembro. Três mil, assim, de repente”, continuou.

“Mas, quando as mortes vão se acumulando ao longo de dias e de semanas, como acontece agora na pandemia, esse baque se dilui e as pessoas vão perdendo a noção do que seja isso. Oito mil vidas acabaram, eram vidas de pessoas. Amadas por outras pessoas, pais, filhos, irmãos, amigos e conhecidos”, disse.

Leia mais: Primeira Miss Brasil, Martha Rocha morre aos 87 anos

“Ai o luto dessas tantas famílias vai ficando só pra elas, porque as outras pessoas já não têm nem como refletir sobre a gravidade dessas mortes todas, que vão se acumulando todo dia, todo dia. Hoje são 8,5 mil, amanhã a gente não sabe. Quando é assim, o baque só acontece quando quem morre é um parente, um amigo, um vizinho, ou uma pessoa famosa”, completou.

Nas redes sociais, o discurso de Bonner tem sido bastante elogiado por aqueles que defendem o isolamento social como forma de combate à pandemia. Confira parte da repercussão!

Comentários