Home NotíciasCoronavírusAtriz e radialista Daisy morre de Covid-19: ‘Foi vencida pela frieza das estatísticas e por uma doença terrível’

Atriz e radialista Daisy morre de Covid-19: ‘Foi vencida pela frieza das estatísticas e por uma doença terrível’

morre daisy

A atriz e radialista Daisy Lúcidi, de 90 anos, morreu, na madrugada desta quinta-feira (7), em decorrência da Covid-19. Ela estava internada desde o dia 25 de abril no CTI (Centro de Terapia Intensiva) e respirava com a ajuda de aparelhos. A informação foi confirmada por neto da artista, Cau Mendes, pelo Facebook.

Em um texto na rede social, Mendes contou que a avó era movida pela “paixão pela vida”. No aniversário de 90 anos, em agosto do ano passado, a família fez uma grande festa para comemorar mais um ano de Daisy.

Leia mais: Imagem de ‘Jesus’ em tronco de árvore intriga pessoas: ‘Perfeição’

“A paixão pela vida realmente a movia! Profissionalmente foram muitas paixões que sempre soube desenvolver com maestria: A paixão pelo rádio, teatro, TV, paixão pela música que tanto divulgava, pelas novelas, pelo cinema… Enfim, paixão pela comunicação, pela arte!”, escreveu.

Depois, a atriz passou a se preocupar com o outro e desenvolveu seu amor pela política. “Com o tempo, motivada pela assistência social que já praticava no seu programa de rádio, sentiu a necessidade de fazer algo mais objetivo, concreto pelo próximo”, completou Mendes.

Família

Leia mais: Polícia investiga se Queiroz e Adriano foram cúmplices em execução no Rio

Daisy foi casada com Luiz Mendes por 64 anos. Ele morreu em 2011. “Desde que se casaram sempre foram figuras de destaque em suas profissões mas isso nunca os atrapalhou, muito pelo contrário, juntos eram mais fortes e se completavam como poucos!”, detalhou o neto.

Mendes contou ainda que a relação dele e dos irmãos com os avós maternos era muito intensa. “Talvez por meu saudoso pai ser filho único, e nossos avós maternos serem de outra cidade, eu e meus irmão sempre tivemos muito contato com nossos avós paternos. Eram nossos segundos pais, nossas referências, nosso porto seguro!”, ressaltou.

Doença implacável

No momento da doença, a atriz manteve o pensamento positivo. “Semana passada, apesar de toda precaução que estávamos tendo com ela, minha avó passou mal. A caminho do hospital disse pra minha irmã: “Não se preocupe não minha filha, não peguei essa doença”.

No entanto, a Covid-19 foi implacável. “Ironia do destino… Seu forte amor pela vida, o motor que sempre a moveu, não a fazia enxergar a dura realidade dos números e a levou falsamente a acreditar que a morte não era opção. Mas, infelizmente já com 90 anos, dessa vez estava enganada, foi vencida pela frieza das estatísticas e por uma doença terrível que alguns loucos irresponsáveis teimam em querer minimizar”, lamentou o neto.

Agradecimento

Mesmo no momento de dor, Mendes agradeceu a todos que mandaram mensagens positivas e fizeram correntes de oração para a recuperação da atriz. “Mãe Daisy, mande um super beijo pra bisa, pro meu pai e pro meu avô e diga a eles que continuamos por aqui com muita saudade, mas levando adiante tantos ensinamento que vocês nos deixaram. E, como você sempre fez; sem perder a paixão pela vida!”, finalizou Mendes.

Carreira

Como atriz, Daisy Lúcidi já fez diversos trabalhos na televisão, como as novelas “Passione” e “Paraíso Tropical”, na Globo. Com uma das vozes mais conhecidas do Brasil, ela apresentou o programa Alô Daisy na Rádio Nacional por mais de 45 anos. Ela também é ex-deputada estadual e vereadora.

Repercussão

Familiares e fãs de Daisy deixaram muitas mensagens nas redes sociais abaixo do texto de Mendes.

“Cau, querido, você disse tudo o que uma avó gostaria de ouvir: declarou o seu amor eterno por ela, enxergou toda a sua luta e generosidade pelos mais vulneráveis. Foi uma mulher destemida e querida por tantos, através da sua forma de viver e da sua linda arte. Sua família é muito bonita, e o que fica é a imagem de uma grande mulher que ela deixa pra nós, seu público que a aplaude. Abraço solidário, Deus a guie sempre”, escreveu Cynara Faria.

“Perdemos nós! Que falta vai fazer dona Daisy Lucidi! Sinto muito Cau Mendes! Sinto demais. Nossos lanches na cozinha, o som alto da televisão, a delicadeza de perguntar por toda a família! Nossa querida nos enriqueceu com seu amor e carinho . Seu Luiz e Júnior hoje a recebem . Nossa Estrela foi brilhar no Céu”, lamentou Viviane Godoi de Carvalho.

Aline Diniz

Aline Diniz

Editora do BHAZ desde janeiro de 2020. Jornalista diplomada pela UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais) há 10 anos e com experiência focada principalmente na editoria de Cidades, incluindo atuação nas coberturas das tragédias da Vale em Brumadinho e Mariana. Já teve passagens por assessorias de imprensa, rádio e portais.

Comentários