Home NotíciasCoronavírusGoverno de Minas admite que Covid-19 vai se espalhar pelo interior e pede cautela no Dia das Mães

Governo de Minas admite que Covid-19 vai se espalhar pelo interior e pede cautela no Dia das Mães

secretario disseminação interior

O secretário de Estado de Saúde, Carlos Eduardo Amaral, admitiu, nesta sexta-feira (8), em coletiva de imprensa, que a disseminação do novo coronavírus para o interior do Estado é uma questão de tempo.

“Toda epidemia espalha ao longo da sociedade como um todo. Como a epidemia começou em Minas Gerais nas cidades maiores, a tendência é que essa epidemia migre para o interior”, explicou Amaral.

Leia mais: Brasil passa da marca de 1,5 milhão de casos confirmados de Covid-19; mais de 60 mil morreram

O secretário argumentou que a disseminação do novo coronavírus, no entanto, tende a ser mais lenta por vários fatores. “A densidade demográfica do interior, a distância entre as cidades. Temos várias variáveis”, acrescentou.

Segundo a SES-MG (Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais), Minas tem 111 mortes confirmadas pelo novo coronavírus. Além disso, são 2.943 infecções registradas, 140 óbitos em investigação e 96.212 casos suspeitos.

+ Minas lança aplicativo para atendimento online de Covid-19: ‘Consultas mais ágeis’

Leia mais: Lojas desrespeitam restrição do comércio e são fechadas no Buritis: ‘É um absurdo’

E o monitoramento?

O secretário explicou que a SES-MG faz o monitoramento da disseminação de casos da pandemia por meio das notificações de síndrome gripal que chegam à pasta. “Nós estimulamos que a notificação seja ampliada justamente para ter essa ideia [da propagação da Covid-19]”, reforçou.

Uma cidade, por exemplo, sem casos, que passa a notificar é um indício de que a doença esteja circulando em outras regiões, segundo Amaral. “Nós temos as unidades sentinelas [localizadas no interior], que colhem exames de uma forma geral e enviam para a secretaria”, acrescentou.

+ Isolamento cai para 39% em Minas e Dia das Mães deve piorar: ‘Comemoração pode virar tragédia’

Dia das Mães

O secretário de Estado de Saúde, Carlos Eduardo Amaral, aproveitou a coletiva de imprensa para pedir que os mineiros não façam aglomerações no Dia das Mães.

“Nesse Dia das Mães, eu entendo que todas as mães vão achar muito pertinente que os filhos, que puderem ficar distante, serão filhos que estarão protegendo suas mães e protegendo seus pais. Vamos evitar aglomerações no Dia das Mães, porque isso é proteger as nossas mães”, finalizou.

Situação da Covid-19 no país

O Brasil chegou a 135.106 casos confirmados de Covid-19, um aumento de 8% em relação a essa quarta-feira (6), quando foram registradas 125.218 mil pessoas nessa condição.

+ Mortes por Covid-19 passam de 9 mil, diz Ministério da Saúde; Brasil tem 135 mil casos confirmados

A atualização foi divulgada pelo Ministério da Saúde nessa quinta-feira (7). O número foi um pouco mais baixo do recorde de terça-feira, quando os novos casos atualizados somaram 10.503. 

Reforce a proteção contra o vírus

A SES-MG orienta que a população tome algumas medidas de higiene respiratória para evitar a propagação da doença, são elas:

  • Lavar as mãos frequentemente com água e sabonete por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização. Se não houver água e sabonete, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool.
  • Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas.
  • Evitar contato próximo com pessoas doentes.
  • Ficar em casa quando estiver doente.
  • Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo.
  • Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Com Agência Brasil

Aline Diniz

Aline Diniz

Editora do BHAZ desde janeiro de 2020. Jornalista diplomada pela UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais) há 10 anos e com experiência focada principalmente na editoria de Cidades, incluindo atuação nas coberturas das tragédias da Vale em Brumadinho e Mariana. Já teve passagens por assessorias de imprensa, rádio e portais.

Comentários