Home NotíciasBrasilBolsonaro compara Maranhão à Venezuela e governador reage: ‘Devia fazer algo de útil’

Bolsonaro compara Maranhão à Venezuela e governador reage: ‘Devia fazer algo de útil’

bolsonaro tem novo prazo para entregar exames

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) usou o Twitter neste domingo (10) para fazer uma postagem em que compara o Maranhão à Venezuela. Ele fez o paralelo ao compartilhar um vídeo sobre o “lockdown” imposto no Estado com o objetivo de frear a propagação do novo coronavírus.

As imagens compartilhadas pelo presidente mostram uma abordagem policial de fiscalização em um ônibus na região metropolitana de São Luís. Os agentes de segurança checam quais pessoas estão se deslocando para “atividades essenciais”, o que começou a valer em 5 de maio.

Leia mais: Jornalista batiza Naja do DF de ‘Damares’ após enquete e ministra rebate

Para Bolsonaro, no entanto, a situação faz com que “milhões sintam como é viver na Venezuela”. “‘Documento e declaração de que vai trabalhar’… Se não tem desce. Assim o povo está sendo tratado e governado pelo PCdoB/MA e situações semelhantes em mais estados. O chefe de família deve ficar em casa passando fome com sua família. Milhões já sentem como é viver na Venezuela”, publicou o presidente.

O governador do Maranhão, Flávio Dino, respondeu ao presidente na mesma rede social. Ele disse que Bolsonaro estaria “tentando sabotar medidas sanitárias” de combate ao novo coronavírus e que estaria fingindo “estar preocupado com o desemprego”.

Leia mais: Papagaio ganha prótese após precisar amputar uma das patas

“Bolsonaro inicia o domingo me agredindo e tentando sabotar medidas sanitárias determinadas pelo Judiciário e executadas pelo Governo. E finge estar preocupado com o desemprego. Deveria então fazer algo de útil e não ficar passeando de jet ski para “comemorar” 10.000 mortos”, publicou o governador Flávio Dino, em resposta ao presidente.

Ao todo, o Maranhão contabiliza 379 mortos por Covid-19, enquanto o número de infectados chega a 7.599. Os dados foram divulgados neste domingo (10) pelo Governo do Estado. Confira aqui.

Reforce a proteção contra o vírus

Autoridades de saúde orientam que a população tome algumas medidas de higiene respiratória para evitar a propagação da doença, são elas:

  • Lavar as mãos frequentemente com água e sabonete por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização. Se não houver água e sabonete, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool.
  • Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas.
  • Evitar contato próximo com pessoas doentes.
  • Ficar em casa quando estiver doente.
  • Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo.
  • Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Comentários