Home NotíciasBHApós reincidência, prostíbulos do Centro de BH podem ser fechados em operação da Guarda Municipal

Após reincidência, prostíbulos do Centro de BH podem ser fechados em operação da Guarda Municipal

prostibulos centro bh fechados aglomeracao

A Guarda Civil Municipal de Belo Horizonte vai realizar uma operação em prostíbulos da cidade nesta sexta-feira (15). A corporação visitará os estabelecimentos para averiguar a existência de aglomerações e, caso isso seja observado, os espaços serão interditados. A intervenção da Guarda Municipal será localizada no hipercentro da capital, próximo às ruas Guaicurus e Curitiba.

Segundo o subinspetor da corporação, Daniel Mesquita, a operação foi planejada após o recebimento de denúncias por meio do telefone 153. “Esse é o canal que a população entra em contato com a Guarda Municipal. Nesse momento, está sendo utilizado também para a denúncia de aglomeração de pessoas”, informa.

Leia mais: Idoso estupra criança e coloca a culpa na cachaça: ‘Estava de fogo’

Segundo o guarda, neste caso, a interdição será efetuada se observada aglomerações porque os estabelecimentos já foram orientados em outras oportunidades. “Seja por denúncias ou quando fazemos o patrulhamento, a gente faz intervenções. No primeiro momento, a gente orienta o estabelecimento a fechar ou se adequar às normas do decreto. Caso haja reincidência, acionamos a fiscalização para fazer o fechamento”, explica.

+ Supermercado? Só 1 adulto por carrinho e com máscara: Confira o que o novo decreto da PBH prevê

O Decreto Municipal citado pelo subinspetor deixa a cargo da guarda a fiscalização dos comércios e serviços. Somente os serviços essenciais podem funcionar e, ainda assim, estes devem seguir uma série de medidas de prevenção, como o uso de máscara para todos os presentes e limitação do número de clientes.

Leia mais: Nick Cordero, astro internacional, morre aos 41 anos por Covid-19
Guilherme Gurgel

Guilherme Gurgel

Estudante de Jornalismo na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Escreve com foco nas editorias de Cidades e Variedades no BHAZ.

Comentários