Motorista de ônibus pede que passageiro coloque máscara e homem revida com socos: ‘Animal’

motorista agredido passageiro sem mascara
Caso aconteceu no último fim de semana e foi denunciado nas redes sociais (Reprodução/Facebook/Varlei Rezende + Amanda Dias/BHAZ)

Um motorista de ônibus de Ibirité, na região metropolitana de Belo Horizonte, foi agredido por um passageiro que se recusava a usar máscara dentro do coletivo. O caso ocorreu no sábado (16), em um veículo da linha 7070 (Terminal Ibirité/Durval de Barros), e foi denunciado pelo motorista.

De acordo com a PMMG (Polícia Militar de Minas Gerais), no início da manhã, o ônibus parou em um ponto e o passageiro tentou embarcar sem máscara de proteção. O motorista, Varlei Rezende, o alertou de que não poderia entrar no coletivo sem o item, que é de uso obrigatório.

O passageiro discutiu com o motorista, argumentando que não desceria do ônibus por não poder se atrasar para o trabalho. Varlei tentou explicar mais uma vez a obrigatoriedade do uso da máscara, quando o passageiro se exaltou e partiu para a agressão. Aos gritos de “você vai ver comigo!”, o homem deu vários socos no motorista e depois fugiu.

Indignação

Varlei registrou uma denúncia oficial junto à PM, mas também falou sobre a agressão nas redes sociais. Em um post que já conta com milhares de compartilhamentos, ele relata: “Um passageiro veio me agredir por pedir ele para colocar a máscara, porque já é lei no comércio e principalmente no coletivo, aí fica minha indignação”.

Na publicação, intitulada “sem folga os operários”, ele conta em que região da cidade aconteceu a agressão e desabafa: “Para mim é um animal que pega a gente indefeso”.

Varlei foi levado para tratar dos ferimentos em um hospital da região. O agressor do motorista fugiu. A polícia realizou buscas na região em que o caso aconteceu, mas não obteve sucesso e o homem ainda não foi identificado. O caso deve ser investigado pela Polícia Civil.

Giovanna Fávero
Giovanna Fáverogiovanna.favero@bhaz.com.br

Estudante de Jornalismo na Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC-MG). Escreve com foco na área de Guia e Cultura no BHAZ.