Home NotíciasBHZema dispara contra Kalil sobre a Covid-19: ‘Tem alguém gritando e fazendo quase nada’

Zema dispara contra Kalil sobre a Covid-19: ‘Tem alguém gritando e fazendo quase nada’

Afirmação foi feita durante o Pânico

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), criticou a atuação do prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PSD), diante da pandemia do novo coronavírus. As declarações foram dadas ao programa Pânico, da rádio Jovem Pan, nesta quinta-feira (21).

De acordo com Zema, o prefeito Kalil tem um estilo “bem único, bem expressivo” e tem conduzido a pandemia de uma “forma distinta”.

“Quero aqui deixar um elogio para o prefeito de Betim [Vittorio Medioli], que fez mais de 200 leitos em uma das cidades que têm um dos menores índices do Estado. Então, tem muita gente trabalhando em silêncio, e tem alguém gritando e, às vezes, fazendo quase nada, que parece ser um pouco a situação aqui da capital”, disse.

Leia também:  Dia Livre de Impostos online: BH terá 200 lojas com descontos de até 70% nesta quinta-feira

O governador se mostrou favorável à flexibilização do isolamento social, apesar de destacar que a medida contribuiu para a redução no número dos casos de Covid-19.

“Tenho dito que a grande preocupação é a quantidade de leitos nos hospitais, principalmente os de UTI. Nossa situação é de 7% dos leitos ocupados com portadores ou suspeitos do coronavírus. A taxa nos dá um colchão de segurança expressivo. Você manter pessoas em isolamento não seria adequado… Alguns vão pro lado extremo, até mesmo pra chamar atenção”, ponderou.

Covid-19 em Minas

Dados do Boletim Epidemiológico da SES (Secretaria de Estado de Saúde) indicam que Minas tem 191 mortes e 5.596 casos confirmados de Covid-19.

Leia também:  Minas tem 10,6 mil casos de Covid-19 e pico da doença passa para a segunda metade de julho
Leia também:  Cabo da PM bêbado briga no trânsito e é morto por policial armado

Os números comparados com os de outros estados do país são menores e Zema explicou o motivo.

“Fomos muito em tomar ágeis nas medidas, antes de outros estados, segundo minas apenas 20% da população está na região metropolitana [de Belo Horizonte] a grande maioria está no interior, terceiro o mineiro é mais cuidadoso, desconfiado e quarto deixamos a questão para cada prefeito fazer o que é melhor”.

Vitor Fórneas

Vitor Fórneas

Repórter do BHAZ desde maio de 2017. Jornalista graduado pelo UniBH (Centro Universitário de Belo Horizonte) e com atuação focada nas editorias de Cidades e Política.

Comentários