Em reunião com ministros, Bolsonaro diz: ‘Se eu cair, todo mundo cai’

Segundo o presidente, os integrantes do governo precisam se expôr e apoiá-lo. Ele ainda chamou o teste de coronavírus de “babaquice” (Marcos Corrêa/PR)

Por Thayná Schuquel

O presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), afirmou, em vídeo da reunião ministerial, que se ele sofrer impeachment, todos os integrantes do Executivo serão afetados. “Se eu cair, todo mundo cai”, declarou.

“Acordem para a política e se exponham, afinal de contas o governo é um só. E se eu cair, cai todo mundo. Agora vamo ca […] se tiver que cair um dia, vamos cair lutando, uma bandeira justa. Não por uma babaquice de exame a antivírus, pô”, falou o chefe do Executivo.

Mais cedo, o ministro Celso de Mello, do STF (Supremo Tribunal Federal), decidiu liberar a divulgação do vídeo em que Bolsonaro conversa com ministros. Segundo o ex-ministro da Justiça, Sergio Moro, nessa reunião o presidente teria demonstrado a intenção de interferir na Polícia Federal.

Leia a reportagem completa no Metrópoles, parceiro do BHAZ.