Home NotíciasBrasilCelso de Mello divulga vídeo da reunião de Bolsonaro com cortes

Celso de Mello divulga vídeo da reunião de Bolsonaro com cortes

Por Thayná Schuquel

Após as manifestações do ex-ministro Sergio Moro, da Justiça, da Advocacia-geral da União (AGU) e da Procuradoria-geral da República (PGR), o ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu, nesta sexta-feira (22), autorizar a divulgação do conteúdo do vídeo da reunião ministerial com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido). O chefe do Executivo é alvo de um inquérito que também envolve o ex-juiz da Lava Jato.

Houve cortes, por parte de Celso de Mello, em trechos que mencionam outros países. “Assinalo que o sigilo que anteriormente decretei somente subsistirá quanto às poucas passagens do vídeo e da respectiva de gravação nas quais há referência a determinados Estados estrangeiros”, destacou.

Leia também:  Novo site articula vagas para profissionais de saúde durante pandemia
Leia também:  Por que a polícia se curva ao branco rico de Alphaville e é violenta na periferia

+ Bolsonaro sobre divulgação de vídeo de reunião com Moro na íntegra: ‘Complica a situação’

Após receber as gravações, nas quais Moro acusa Bolsonaro de interferir politicamente na Polícia Federal, o ministro deu prazo de 48h para que Moro, a AGU e a PGR se manifestassem sobre a possibilidade de divulgação do conteúdo. Os dois órgãos defenderam apenas a disponibilização de trechos em que Bolsonaro fala sobre a PF.

Leia a reportagem completa no Metrópoles, parceiro do BHAZ.

Comentários