Home NotíciasCoronavírus81 funcionários da Vale estão com coronavírus em Minas

81 funcionários da Vale estão com coronavírus em Minas

Funcionários e terceirizados da mineradora Vale, em Itabira, na região Central de Minas, passaram por testes rápidos durante essa quinta-feira (21). Dos 642 testes realizados, 81 trabalhadores testaram positivo para o coronavírus, de acordo com o sindicato Metabase de Itabira e região.

Segundo o presidente do sindicato André Viana, 12,6% dos funcionários estão infectados.

“Infelizmente, se a projeção continuar, no próximo ciclo de testes deveremos ter, cerca de 900 funcionários da Vale e das empresas terceirizadas infectados. Não quero ser alarmista, apenas precavido”, completa.

Viana ressalta que os trabalhadores infectados estão em isolamento domiciliar e serão acompanhados até que fique pronto o resultado do exame mais detalhado.

Leia também:  Médico diagnosticado com Covid-19 mantém atendimento a pacientes em MG; falta substituto
Leia também:  Caminhão tomba e 'caroneiro' é prensado pela carga em MG

Procurada pelo BHAZ, a Vale informa que está realizando a testagem de seus empregados próprios e terceirizados para Covid-19.  A medida faz parte do conjunto de ações de prevenção e enfrentamento do novo coronavírus adotadas pela empresa, que incluem ainda triagem diária, medidas de distanciamento social e higienização, além da manutenção de  um contingente mínimo em suas operações.

Leia também:  Covid-19: Brasil registra mais de 31 mil mortes; país tem 526.447 casos confirmados

A Vale reforça ainda que segue os protocolos de saúde e segurança estabelecidos pelas autoridades e agências de cada um dos países onde opera.

Segundo balanço epidemiológico do município, divulgado nessa quinta-feira (21), até o momento, Itabira registrou 101 casos confirmados da Covid-19 e uma morte.

Marcela Gonzaga

Marcela Gonzaga

Editora do BHAZ desde fevereiro de 2020. Jornalista graduada pela Newton Paiva. Trabalhou como produtora de TV e chefe de produção durante 14 anos, com passagens pela RecordTV, Rede Minas, RedeTV!, TV TRT-MG e TV TJMG.

Comentários