Home NotíciasBHCovid-19: Nível de alerta sobe e flexibilização do comércio pode não avançar em BH

Covid-19: Nível de alerta sobe e flexibilização do comércio pode não avançar em BH

Reabertura de outros comércios pode ser barrada pela PBH

Com Rafael D’Oliveira

A segunda etapa da flexibilização do comércio de Belo Horizonte, durante a pandemia da Covid-19, pode não acorrer nos próximos dias. A causa é a mudança nos índices de monitoramentos realizados pela prefeitura, que deve realizar uma nova análise dos levantamentos feitos até agora.

Leia mais: Guarda interrompe bailes funk com mais de 450 pessoas em Contagem

Dados recebidos pelo BHAZ apontam que o medidor de alerta geral chegou ao nível vermelho, o que impossibilitaria a continuidade da reabertura gradual. Já o médico infectologista Carlos Starling, que integra o Comitê de combate à Covid-19, da PBH, explica que os dados precisam ser revisados (veja abaixo).

A PBH (Prefeitura de Belo Horizonte) se baseia na análise de três indicadores para determinar a flexibilização ou não da atividade comercial:

  • Número médio de transmissão por infectado (Rt);
  • Ocupação de leitos UTI para Covid-19 e
  • Ocupação de leitos de enfermaria para Covid-19.
Leia mais: Minas pode entrar em ‘platô’ com alto número de casos de Covid-19

De acordo com o monitoramento da PBH, a que o BHAZ teve acesso, o Rt de Belo Horizonte chegou a 1,21. Isto representa a capacidade de uma pessoa infectada pelo vírus passar a doença para outras. Na sexta-feira passada, quando a PBH anunciou a reabertura de alguns setores do comércio, o Rt estava em 1,09 – nível amarelo.

O gráfico aponta ainda que os leitos UTI para a enfermidade operam com 48% da totalidade (verde), enquanto os de enfermaria – 40% – também verde.

“Os dados precisam ser revistos. Questionamos os números apresentados e amanhã teremos uma nova reunião para definirmos [o avanço ou não da flexibilização]”, explicou Starling ao BHAZ.

Mudança no nível de alerta pode impedir continuidade da flexibilização

Coletiva

Uma coletiva está marcada com os membros do Comitê de Enfrentamento à Epidemia da Covid-19 e secretários municipais na sede da PBH para às 14h, desta sexta-feira (29). Nela será apresentado o balanço da primeira semana de reabertura da capital.

Dados do Boletim Epidemiológico da PBH mostram que a capital mineira tem 1.674 casos confirmados de Covid-19 e 46 óbitos, até esta quinta-feira (28),

Vitor Fórneas

Vitor Fórneas

Repórter do BHAZ desde maio de 2017. Jornalista graduado pelo UniBH (Centro Universitário de Belo Horizonte) e com atuação focada nas editorias de Cidades e Política.

Comentários