Home NotíciasCoronavírusCovid-19 já causou mortes em quase 100 cidades mineiras; 9.232 pessoas estão infectadas

Covid-19 já causou mortes em quase 100 cidades mineiras; 9.232 pessoas estão infectadas

coronavirus minas gerais

O mais novo boletim da SES-MG (Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais), divulgado na manhã desta sexta-feira (29), informa que o número de mortos em decorrência da Covid-19 no Estado chegou a 257, um crescimento de dois óbitos em relação a essa quinta. Segundo o documento, o novo coronavírus já causou mortes em 98 municípios mineiros.

Os mais novos números oficiais divulgados pelo Governo de Minas são:

Leia mais: Pai é preso por oferecer filha de 11 anos para homem estuprá-la em Minas
  • 257 óbitos (aumento de 0,7% em relação ao último boletim)
  • 4.642 casos em acompanhamento (aumento de 4,8%)
  • 9.232 casos confirmados (aumento de 6,2%)
  • 4.333 casos recuperados (aumento de 8,2%)

Perfil dos infectados

Conforme o boletim epidemiológico da SES-MG, 77% dos doentes têm entre 20 e 59 anos. Isso demonstra que o novo coronavírus não tem incidência apenas em idosos ou em pessoas com outras doenças. Inclusive, a maior parte dos indivíduos que contraíram a Covid-19 em Minas, e não morreram, não tem comorbidades (veja mais abaixo).

Leia mais: Mulher de 21 anos tem couro cabeludo arrancado em passeio de jet ski
77% dos doentes têm entre 20 e 59 anos (SES-MG / Reprodução)

Perfil dos mortos

A maior parte das vítimas da Covid-19 em Minas é homem [55%]. O óbito é mais frequente em pacientes que já tinham alguma doença antes de contrair o vírus: uma taxa de 89%. Além disso, 193 dos 257 mortos tinham mais de 60 anos. Apesar de não “escolher” os alvos, o novo coronavírus tende a ser mais letal entre idosos e pessoas com comorbidades (veja mais abaixo).

O vírus está em 98 cidades mineiras (SES-MG / Reprodução)

Isolamento deve permanecer

Em coletiva de imprensa realizada nesta sexta-feira (29), o secretário adjunto da SES-MG, Marcelo Cabral, pediu para que as pessoas mantenham o distanciamento social.

Mesmo nas cidades onde a flexibilização da economia já começou, como no Vale do Aço, quem pode, deve ficar em casa. “Não relaxem, Procurem adotar os cuidados de distanciamento social, de isolamento. Só vão às ruas aqueles que realmente necessitarem”, enfatizou Cabral.

Reforce a proteção contra o vírus

A SES-MG orienta que a população tome algumas medidas de higiene respiratória para evitar a propagação da doença, são elas:

  • Lavar as mãos frequentemente com água e sabonete por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização. Se não houver água e sabonete, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool.
  • Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas.
  • Evitar contato próximo com pessoas doentes.
  • Ficar em casa quando estiver doente.
  • Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo.
  • Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.
Aline Diniz

Aline Diniz

Editora do BHAZ desde janeiro de 2020. Jornalista diplomada pela UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais) há 10 anos e com experiência focada principalmente na editoria de Cidades, incluindo atuação nas coberturas das tragédias da Vale em Brumadinho e Mariana. Já teve passagens por assessorias de imprensa, rádio e portais.

Comentários