Home NotíciasBrasilPerfil divulga dados da família Bolsonaro e de apoiadores do presidente (CPFs, rendas, telefones e mais)

Perfil divulga dados da família Bolsonaro e de apoiadores do presidente (CPFs, rendas, telefones e mais)

Bolsonaro Anonymous

Um perfil no Twitter atribuído ao grupo hackativista Anonymous virou assunto nas redes sociais, na noite desta segunda-feira (1°), por divulgar dados do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), de familiares dele, inclusive filhos, e de apoiadores. O vazamento já rende reações por parte de um dos alvos da ação.

Perfil no Twitter foi suspenso após divulgar dados de Bolsonaro e pessoas ligadas a ele (Reprodução/Twitter/@AnonymouBrasil)
Leia mais: Antes de ter Covid-19, Bolsonaro dizia que máscara é ‘coisa de viado’

A divulgação de dados da família de Bolsonaro e do próprio presidente ocorreu depois que o grupo Anonymous aderiu a protestos antirracistas contra o assassinato de George Floyd, morto por um policial em Minneapolis (EUA). Ainda não se sabe se o perfil responsável pelo vazamento dos dados relacionados ao governo é, de fato, parte do Anonymous (veja abaixo).

Além do CPF de Bolsonaro, o perfil “@AnonymouBrasil”, sem o “s”, divulgou telefones pessoais, endereços físicos, e-mails e informações sobre renda do presidente e de familiares. O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-RJ), os irmãos dele, o senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) e o vereador Carlos Bolsonaro (PSL-RJ), assim como os ministros Damares Alves (Família) e Abraham Weintraub (Educação), também tiveram dados divulgados.

Apoiador de Bolsonaro, o empresário Luciano Hang, dono da rede de lojas Havan, e o deputado federal Douglas Garcia (PSL-SP) foram outros na lista de vazamentos. Entre os citados, Garcia foi o único a comentar o assunto ainda durante a noite desta segunda. Ele fez uma postagem no Twitter.

Leia mais: Diariamente, 165 lojas são fechadas em BH por ignorar Covid-19

Assim que o assunto ganhou repercussão, a conta que divulgou as informações, por meio do Twitter, foi suspensa. Na mesma rede social, internautas de diferentes partes do país comentam o vazamento.

Alguns se mostram surpresos, enquanto outros contam que dados de Bolsonaro e família já haviam sido divulgados anteriormente na internet: de fato, é possível localizar as informações em postagens de setembro de 2019 no site Pastebin – plataforma utilizada por desenvolvedores para exibir códigos.

Confira parte da repercussão!

Comentários